Luan se despede do Atlético-MG

O meia-atacante Luan foi até a sede administrativa do Atlético-MG, em Belo Horizonte, para acertar os últimos detalhes de sua transferência ao Japão.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Na tarde desta última quinta-feira, o meia-atacante Luan foi até a sede administrativa do Atlético-MG, em Belo Horizonte, para acertar os últimos detalhes de sua transferência ao Japão. Luan passará o fim de ano no Brasil e viaja em definitivo no início da segunda semana de janeiro.

Luan que irá vestir a camisa do V-Varane Nagasaki, fecha um ciclo de sete temporadas pelo "Galo Mineiro", conquistando dois dos três principais títulos do clube - Copa Libertadores 2013 e Copa do Brasil 2014. Sem desempenhar o mesmo futebol dos últimos anos, a reta final de 2019 fez Luan repensar a continuidade no clube. Com o desgaste natural de uma longa passagem pelo clube mineiro, o jogador elencou alguns fatores que o fizeram aceitar a proposta japonesa: pressão e críticas recentes, a necessidade de ir para uma cultura diferente, e o desafio de subir o V-Varen para a J-League (primeira divisão).

Luan assinou com o clube japonês por quatro temporadas.
Luan assinou com o clube japonês por quatro temporadas.

"Foi uma decisão bem pensada. Queria há muito tempo jogar em um país diferente. Tive algumas propostas de outros países, do Japão também. E não havia dado certo por algum motivo. Agora, graças a Deus, tudo correu bem. E o Atlético entendeu. Estava no meu momento de ir embora, de conhecer outras coisas, novas metas e desafios. Foi legal, e agora é esperar fazer os feitos lá que fiz aqui no Galo" declarou ele.

A ideia de Luan, que assinou contrato de quatro temporadas com o clube japonês, é ter uma passagem igualmente longa na terra do sol nascente.

"Quatro anos de contrato, mas eu quero ficar uns sete anos lá, igual eu fiquei aqui", comentou ele.

Como já informamos acima, o jogador de 29 anos irá no começo de janeiro para Nagasaki, onde realizará a pré-temporada com seu novo clube; já no fim do mês, sua família (esposa e três filhos) irão ao seu encontro. O atleta já iniciou o processo de mudança em sua residência. O desafio será colocar o V-Varen na elite, depois de um ano modesto para o clube - apenas o 12º colocado da J2-League.

"Os clubes brasileiros não respeitam muito a sua história. Você é descartável. Essas coisas fazem você pensar em sair para outro país. O brasileiro em si tem memória curta", finalizou Luan, em entrevista ao site "globoesporte.com".

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal