De acordo com o site do "The Athletic", insatisfeito com o momento vivido pelo Manchester City na temporada, o treinador quer mudanças no clube para discutir uma eventual renovação de contrato. As exigências do espanhol são altas em relação à última temporada, o que poderia ser um indício de um conflito interno. O Paris Saint-Germain é um dos clubes interessados na situação do comandante nos próximos meses na Inglaterra.

Para seguir à frente dos "citizens", o espanhol pretende ter três novas contratações para a próxima temporada, além de reforçar a sua comissão técnica após a saída do seu assistente Mikel Arteta, que foi anunciado nesta sexta-feira pelo Arsenal. Os alvos são um zagueiro, um lateral esquerdo e um atacante.

Sem atender aos pedidos do técnico na última janela de transferências, trazendo apenas dois reforços de nível questionável - um deles foi João Cancelo, que chegou para substituir Danilo, após o brasileiro pedir para ser negociado, porém, o novo reforço não teve sucesso e pode ser emprestado. Além disso, existe a chance de Leroy Sané ser negociado com o Bayern de Munique na próxima temporada, o que implicaria em mais exigências para Pep.

O "Sportsmail" divulgou a alguns dias, que o treinador possui uma cláusula em que poderia sair do Manchester City após o final da temporada 2019/2020, sem ter que pagar multa contratual. O treinador desmentiu que exista esse acordo e nos bastidores do clube inglês, acredita-se que o técnico irá cumprir o contrato que tem até a metade de 2021, mas para isso, a direção terá que pelo menos atender algumas das exigências feitas pelo treinador. Veremos em breve cenas dos "próximos capítulos".