Mesmo concentrado para a disputa do Mundial de Clubes e consequentemente para a sua estreia na competição - nesta terça-feira, o Flamengo segue seus trabalhos nos bastidores para logo após a última competição na temporada, poder anunciar o seu primeiro reforço para 2020: trata-se de Pedro Rocha, que jogou o último Brasileirão pelo Cruzeiro e pertence ao Spartak de Moscou. O Rubro-Negro definiu os detalhes pendentes do empréstimo com opção de compra do atacante junto ao clube russo. O anúncio conforme já declaramos, acontecerá após o Mundial de Clubes e a apresentação, na virada do ano.

Pedro Rocha que chega como reforço para 2020, ficará logo no início de janeiro à disposição da comissão técnica que comandará a equipe na Taça Guanabara com um time alternativo, formado em sua maioria pelo Sub-20. O elenco atual, que está em Doha, se reapresenta somente no dia 22 de janeiro e fará pré-temporada fora do Brasil. Para evitar que o tema contratações divida o foco com a disputa no Catar, a diretoria rubro-negra não comentará o assunto e fará o anúncio só após a volta ao Brasil. À negociação foi conduzida pelo vice de futebol, Marcos Braz, e por Bruno Spindel, diretor executivo.

Pedro Rocha será o primeiro reforço do Flamengo para a próxima temporada.
Pedro Rocha será o primeiro reforço do Flamengo para a próxima temporada.

Ao término do contrato de um ano, o Flamengo terá a opção de compra dos direitos econômicos do jogador por cerca de 8 milhões de euros - algo próximo a R$ 35 milhões.

Pedro Rocha - de 25 anos, disputou o último Brasileirão pelo Cruzeiro, que acabou rebaixado. O atacante, que chegou ao clube mineiro em abril, marcou quatro gols em 33 jogos pela equipe. Mas o grande destaque do atleta foi pelo Grêmio, onde participou da campanha do título da Libertadores de 2017 - sendo vendido ao Spartak de Moscou, em agosto daquele ano, antes das fases finais do torneio continental.

Dono dos direitos federativos do atleta, o clube russo inicialmente queria vender Pedro Rocha este ano para reaver pelo menos parte dos 12 milhões de euros investidos em 2017. O Flamengo, no entanto, convenceu o Spartak a aceitar novo empréstimo e por esse motivo está próximo de confirmá-lo como jogador do "Rubro-Negro" para 2020.