Atlético Mineiro deve conversar com Vagner Mancini antes de ir em busca de um novo treinador

De acordo com as últimas informações do site “globoesporte.com”, o mesmo apurou que a diretoria do time mineiro em questão só iniciará conversas com um novo treinador após fechar de forma oficial o ciclo de Vagner Mancini.

Por Müller
Compartilhe

Com o final da temporada, por incrível que possa parecer, o final de 2019 parece a típico se comparado aos últimos anos, uma vez que boa parte dos grandes clubes do nosso futebol estão atrás de "treinadores", isso mesmo, "treinadores" - clubes como Palmeiras, Santos, Athletico, são alguns dos clubes que ainda não definiram um comandante técnico para 2020 e seguem em busca de um profissional, onde nesta ainda poderá entrar o Flamengo, caso Jorge Jesus após o Mundial de Clubes decida partir de volta para a Europa e não muito diferente, acontece também com o Atlético-MG, onde o assunto "treinador do Atlético-MG em 2020" segue sob sigilo no clube.

A orientação era tratar o tema somente após o término do Campeonato Brasileiro. E ele deve durar em uma nuvem de mistério por mais alguns dias. Antes de partir em busca de um "nome", o clube ainda irá conversar com Vagner Mancini, atual dono do cargo, para tratar formalmente da descontinuação do técnico.

No momento, o "Galo Mineiro" segue ações protocolares com o treinador, que tem contrato até 31 de dezembro e encerrou o trabalho diretamente com os jogadores após a derrota para o Internacional na última rodada do Brasileirão. Na segunda-feira, um dia após o jogo em Porto Alegre, o diretor de futebol Rui Costa e o presidente Sérgio Sette Câmara se reuniram e um dos tópicos foi justamente o substituto de Mancini.

Rui Costa - diretor de futebol do Atlético-MG.
Rui Costa - diretor de futebol do Atlético-MG.

De acordo com as últimas informações do site "globoesporte.com", o mesmo apurou que a diretoria do time mineiro em questão só iniciará conversas com um novo treinador após fechar de forma oficial o ciclo de Vagner Mancini - contratado em outubro para recuperar a equipe e como objetivo principal; acabar com qualquer risco de rebaixamento, o que acabou ocorrendo de forma antecipada.

Sendo assim e aguardando pelas formalidades, alguns nomes estão presentes na lista de desejo do Atlético Mineiro, bem como: Fábio Carille, Rogério Ceni, Ariel Holan e Miguel Ángel Ramírez foram especulados. Rogério Ceni, por exemplo, com passagem pelo Cruzeiro na campanha de rebaixamento do Brasileirão, não deve permanecer no Fortaleza - o mesmo também é alvo do Athletico - o Paranaense. Ele chegou a conversar com o Atlético - o Mineiro, antes do segundo semestre de 2019. É um nome de agrado dentro da cúpula alvinegra, mas nenhum contato foi feito até o momento.

A pré-temporada do "Galo Mineiro" se dará início a partir de 8 de janeiro e o planejamento é que o novo treinador já esteja contratado para comandar os preparativos do ano desde o primeiro dia de reapresentação.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal