Como todos já sabem, Jorge Sampaoli dificilmente irá permanecer no Santos em 2020 (mesmo tendo contrato até dezembro do próximo ano); com sua eminente saída do "Peixe", muito já se falou a respeito, dando inclusive a ideia de que ele poderia substituir Eduardo Coudet, no Racing - da Argentina, no entanto, nos últimos dias, principalmente a partir deste último domingo, o técnico argentino em questão ganhou ainda mais força para comandar o Palmeiras - principalmente após a demissão de Mano Menezes, que acabou sendo derrotado para o Flamengo, neste último domingo, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Sampaoli pelo que se houve dizer é muito bem avaliando nos bastidores do Allianz Parque - casa do Palmeiras e é considerado um dos principais candidatos a vir assumir o posto de comandante técnico do "Verdão" na próxima temporada.

Sampaoli é o nome preferido pela direção palmeirense para assumir o time em 2020.
Sampaoli é o nome preferido pela direção palmeirense para assumir o time em 2020.

Com apenas uma semana ainda de Campeonato Brasileiro - visto as duas últimas rodadas, a direção do clube da capital paulista diz que o momento é complicado para negociar com Sampaoli, por esse motivo deverá esperar até a próxima semana para então iniciar de vez as negociações.

Vale ressaltar que o presidente do Palmeiras em sua coletiva pós-jogo - onde o mesmo comunicou a saída de Mano Menezes e de seu fiel "escudeiro" - aqui falando de Alexandre Mattos, desconversou sobre Sampaoli.

"Não vamos falar em nomes neste momento. O projeto vem sendo avaliado. Não atingimos os objetivos do ano. Tem de tomar decisões. Não falamos em nomes neste momento", declarou ele em um dos pontos da entrevista.

É bom lembrar que o nome de Jorge Sampaoli não veio à pauta justamente agora, visto que o argentino já no passado tinha seu nome ventilado no Palmeiras - antes mesmo da contratação de Felipão.

As chances de Sampaoli parar no Palmeiras ganharão mais força ainda se Paulo Autuori realmente vir a ser confirmado como dirigente no "Verdão" - lembrando que os dois trabalharam juntos até bem pouco tempo no Santos.

Após o jogo do Santos, pelo Brasileirão, neste último final de semana, o seu auxiliar deixou no ar a possibilidade dele não permanecer no "Peixe" e ainda assim ficar no Brasil - lembrando que Sampaoli também é um dos nomes possíveis a comandar o Flamengo, caso Jorge Jesus não renove com o Rubro-Negro no final do ano.