De volta à Série A do Campeonato Brasileiro, o Sport sonha com o retorno de um de seus ídolos, que ficará livre após o final do ano. Estamos falando de Diego Souza - porém, a grave crise financeira que toma conta o "Rubro-Negro" deve fazer com que o ex-dono da camisa 87 tenha o seu retorno adiado por mais algum tempo. Pelo menos, esse é o cenário que projeta o presidente do Leão - Milton Bivar.

Preocupado em reorganizar as finanças, o dirigente considera a volta do atleta como difícil. Ao menos se o patamar financeiro do atacante seguir o mesmo.

"Diego Souza é uma situação difícil, diria complicada. Ele está em um patamar financeiro que não é o nosso, ganha cerca de R$ 600 mil. Digamos que ele faça uma promoção para o Sport e peça R$ 300, mesmo assim não tenho como pagar isso. É muito difícil, porque não posso fazer loucuras", declarou o mandatário do "Leão".

Ainda disputando a Série A do Brasileiro, pelo Botafogo, Diego Souza prefere se manter longe de qualquer interesse rubro-negro e quando procurado para falar a respeito, preferiu responder através da assessoria de imprensa.

"Não vou me pronunciar sobre o futuro enquanto o Brasileiro não terminar. Não quero tirar o foco dessa importante reta final para o Botafogo", declarou

Ainda sem saber quanto terá para gastar com elenco na próxima temporada, o presidente do Sport prefere manter o discurso realista e diz que a principal meta é manter o clube sustentável.

"Iremos montar um time competitivo, mas não farei loucuras. O atleta para vir, terá que se adequar as nossas condições, para que possa ter condição de pagar. Não vou inviabilizar o Sport", finalizou Bivar.