Um vídeo divulgado em uma das redes sociais de Robinho, onde ele brinca com um amigo, empolgou grande parte da torcida do Santos na última segunda-feira.

Em um vídeo curto, o Rei das Pedaladas - atualmente defendendo as cores do Istambul Basaksehir, da Turquia, afirma que vai dar "o título que o Flamengo ganhou agora quando voltar ao Peixão"

Este é apenas mais um de vários vídeos que costumam circular entre os santistas envolvendo o jogador em questão. Sem esconder de ninguém que é torcedor do clube santista e brincar com amigos com certa frequência mandando mensagens chamando o Santos de "Peixão" e falando de um possível retorno; pelo menos neste momento, tudo não passa realmente de uma brincadeira por parte de Robinho - pelo menos é o que afirma o presidente do Santos.

Mas o que há de verdade nisso?

Neste momento, como já declaramos acima, não existe qualquer negociação entre o clube e o jogador. O "Rei das Pedaladas" tem contrato com o clube turco até o fim de junho de 2020, ou seja, poderá assinar um pré-contrato com qualquer equipe a partir de janeiro e sair de graça no fim do vínculo.

Robinho - atacante do Istambul - da Turquia.
Robinho - atacante do Istambul - da Turquia.

Aos 35 anos e jogando fora do país, Robinho recebe um salário no Istambul que o Santos não têm condições de bancar. A diretoria do clube brasileiro, inclusive, já admitiu que a situação financeira de momento não é das melhores e que a próxima temporada será de poucos investimentos - tanto que por esse motivo, o treinador Jorge Sampaoli pode estar deixando a "Vila Belmiro" ao final da temporada para assumir o Racing, da Argentina.

Mesmo assim, o presidente José Carlos Peres, sempre que perguntado, admite que tem vontade de repatriar o ex-camisa 7; lembrando que no último mês em entrevista à rádio "Energia FM", o mesmo deu a seguinte declaração a respeito do assunto:

"Nós temos interesse no Robinho, sim. É um grande jogador, é líder de vestiário. Se houver possibilidade, vamos trazer, sim. Recebemos várias mensagens pedindo a contratação do Robinho. É um Menino da Vila, não impedimos que um menino volte. Dois ou três anos acho que ainda joga muito", declarou ele na ocasião.

No entanto, Robinho não é unanimidade entre os santistas. Ele sofre certa rejeição por causa de uma condenação na Itália por um caso de estupro coletivo, cometido em 2017 e também por causa da idade (completa 36 anos em janeiro do ano que vem).

Formado nas categorias de base, Robinho foi uma das estrelas do Santos nas conquistas do Campeonato Brasileiro de 2002 e 2004.

O Rei das Pedaladas ainda voltou ao Peixe por mais duas vezes (2010 e 2014), quando conquistou o Paulistão (2010 e 2015) e a Copa do Brasil (2010).