Nada feito e muita mágoa! Esse é o sentimento de Taison, após o fechamento da janela de transferências na Europa. Especulado por alguns clubes italianos, entre eles Milan e Roma, o meia brasileiro acabou permanecendo no Shakhtar Donetsk e segundo o jornal "Gazzetta dello Sport", as equipes desistiram do negócio muito pela pedida do time ucraniano, que queria 30 milhões de euros pelo jogador em questão.

Insatisfeito com a situação, o meia-atacante gaúcho utilizou as suas redes sociais para desabafar.

"Parabéns por terem acabado com meu sonho! Outra vez o sonho foi cancelado", declarou Taison no "stories" de sua conta no Instagram.

Taison - meio-campista do Shakhtar e que acabou ficando no clube com o fechamento da janela de transferências.

Com quase 10 anos no futebol ucraniano, o gaúcho tinha o grande desejo de se transferir para um grande liga do "Velho Continente", no entanto, esse como o próprio declarou, foi "adiado" novamente.

O meia-atacante que foi revelado pelo Sport Clube Internacional, está no Shakhtar Donetsk desde 2013, quando foi contratado junto ao Metalist e desde então já soma pelo atual clube 242 partidas, com 44 gols e 71 assistências. Em 2018, uma de suas melhores temporadas em sua carreira, chegou a ser lembrado pelo treinador da Seleção Brasileira, sendo convocado para a disputa da Copa do Mundo, no entanto acabou não jogando nenhuma partida na competição.

Depois disso, jamais voltou ao convívio da seleção nas convocações após Copa do Mundo e também acabou perdendo um pouco o seu brilho no futebol do país, donde deseja sair e agora terá que aguardar pela próxima abertura do mercado da bola, em janeiro de 2020.