Prometendo ter seus últimos capítulos nesta semana, a "novela" da transferência de Neymar deverá ganhar um rumo decisivo nesta quinta-feira. Depois do Paris Saint-Germain não aceitar a nova oferta do Barcelona, Josep Maria Bartomeu aproveitará a viagem a Mônaco para o sorteio de grupos da Champions League para se reunir com Nasser Al Khelaifi - presidente do clube francês, onde pretende dar a cartada final e fechar com o brasileiro.

Josep Maria Bartomeu - presidente do Barcelona.

A informação é do diário catalão "Sport", que ainda informa que mesmo o PSG tendo negado a última proposta do Barcelona, o mesmo ficou inclinado a aceitá-la. Os termos apresentados pelo clube catalão segundo informações do mercado da bola foram: 125 milhões de euros, mais a transferência de Rakitic em definitivo e o empréstimo de Dembélé por uma temporada.

Fora dos planos de Ernesto Valverde - treinador do time catalão, Rakitic já deu o seu aval a Arturo Canales - seu empresário, dando sinal verde a ele para negociar os detalhes do contrato com o PSG. Já Dembélé não estaria aceitando deixar a Espanha e principalmente o Barça - no entanto, a negociação é vista como positiva pela cúpula do clube espanhol.

Assim, se vendo pressionado por ambos os lados (Neymar e Barcelona) e também por sua torcida que não deseja mais ver o craque brasileiro vestindo a camisa do time, a reunião em Mônaco entre os dirigentes dos dois clubes poderá ser definitiva na finalização de um acordo entre as partes.

Vale lembrar que a janela de transferências para o mercado europeu se fecha na próxima segunda-feira, dia 02 de setembro.