BOMBA!! Juventus entra na briga com o Napoli por Éverton, do Grêmio

Segundo declarações de um dos agentes do jogador, o atacante gremista está na mira da Juventus, que quer o jogador para substituir as possíveis saídas de Douglas Costa e Cuadrado.

Por Talis Andrey de Mello
Compartilhe

Muito desejado e assediado pelo futebol europeu, o atacante Éverton pode ter um destino absolutamente grandioso e inusitado nesta janela de transferências: a Juventus. Segundo declarações de um dos agentes do atacante gremista, o gigante clube italiano está muito interessado na contratação do jogador, e cogita entrar na briga com o Napoli para tentar tirar Éverton do Grêmio. 

Mesmo com as altas cifras pedidas pelo clube brasileiro, que giram em torno de 80 milhões de euros (aproximadamente R$ 325 milhões), diversos clubes do futebol europeu já sondaram o jogador e seus agentes para saber sobre as possibilidades de uma possível contratação, e o mais próximo deles foi o Arsenal, que cogitou oferecer cerca de 40 milhões de euros ( cerca de R$ 165 milhões) ao Grêmio.

Entretanto, a Juventus estaria disposta a contratar Éverton para suprir uma possível saída de dois jogadores que estão sendo especulados em outros clubes do Velho Continente: Douglas Costa e Cuadrado. O agente do jogador falou com Il Mattino e confidenciou o interesse da Juventus pelo Everton: "A Juventus também pediu informações: se pessoas como Cuadrado ou Douglas Costa forem embora  , Everton é o primeiro nome que eles têm Paratici na lista. Com o Milan houve uma discussão muito animada antes da despedida de Leonardo à liderança rossonera ".

Éverton vive grande fase no Grêmio. (Foto: Divulgação)

O agente do jogador também se referiu ao Milan, que fez duas sondagens ao Grêmio sobre os valores do jogador, tendo em vista que o novo dirigente do clube, Leonardo, estaria muito disposto a levar o jogador para o futebol europeu. 

Além do Milan, vale lembrar que o Manchester City segue observando de perto o atacante gremista, e já chegou a estar muito perto de contratá-lo no início de 2019, quando ofereceu 30 milhões de euros. Na ocasião, o Grêmio recusou por considerar o valor baixo, tendo em vista que o time brasileiro tem direito a 50% dos direitos econômicos do jogador. 

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal