Distante do Manchester United, Dybala pode ser reforço do PSG

Segundo informações do jornal Corriere Dello Sport, o meia argentino Dybala pode ser o novo reforço do PSG nesta janela de transferências. Exigências do jogador afastaram o Manchester United.

Por Talis Andrey de Mello
Compartilhe

Antes muito próximo do Manchester United, o meia argentino Paulo Dybala pode estar próximo de outro grande clube do futebol mundial: O Paris Saint-Germain. Segundo o jornal Corriere dello Sport, os franceses querem aproveitar o momento instável do atleta para contratá-lo. O atacante chegaria para ser um possível substituto de Neymar, caso se confirme a saída do brasileiro.

O jogador teria sido oferecido pela Juventus aos Red Devils como moeda de troca para levar Romelu Lukaku para a Velha Senhora. Os altos valores pedidos pelo jogador, porém, afastaram o United de um acerto.

A oferta dos ingleses seria de 12 milhões de euros anuais, um pouco mais de R$ 51 milhões. Já a intenção de Dybala e seus empresários é de que a proposta seja de, pelo menos, 16,8 milhões de euros por ano (R$ 71,9 milhões).                                                         

Dybala está de saída da Juventus, mas ainda não sabe o seu destino. (Foto: Marca)Dybala está de saída da Juventus, mas ainda não sabe o seu destino. (Foto: Marca)

 

Em comparação, o salário pedido por Dybala superaria aquele recebido atualmente por Paul Pogba, a contratação mais cara da história do Manchester United. O francês tem vencimentos mensais na casa de 1,2 milhão de libras (cerca de R$ 5,5 milhões).

Na última temporada, o argentino atuou em 42 partidas, tendo marcado dez gols e dado cinco assistências. Seu tempo dentro de campo diminuiu com a chegada de Cristiano Ronaldo ao elenco bianconeri. Além disso, o baixo rendimento do jogador nas oportunidades recebidas fez com que a diretoria do clube italiano optasse por negociar o jogador, que tem grandes exigências para atuar por um novo clube a partir da próxima temporada.                                         

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários