Mesmo com uma temporada de altos e baixos em sua estreia no Barcelona, o meia brasileiro Philippe Coutinho não será colocado oficialmente no mercado pela diretoria do clube espanhol. Segundo informações do jornal espanhol Sport, o clube catalão decidiu não colocar o jogador oficialmente na lista de negociáveis, mas se receber uma proposta de no mínimo 120 milhões de euros (R$ 503 milhões) aceitará conversar para negociá-lo. Caso contrário, o ex-Liverpool e Vasco permanecerá no Camp Nou.

Contratado por 160 milhões de euros (R$ 671 milhões, na cotação atual) em janeiro de 2018 junto ao Liverpool, Coutinho não vem correspondendo a todo o investimento feito pelo Barcelona por ele. O clube catalão, obviamente, quer recuperar parte do dinheiro gasto.

Entretanto, caso nenhuma oferta oficial chegue pelo brasileiro, o Barça concorda pela sua permanência por pelo menos mais uma temporada. Isso porque o clube considera que, se Coutinho não mostrar melhor desempenho no seu terceiro ano, é o sinal que de fato não é jogador para o porte dos catalães.

 

Até o momento, o Paris Saint-Germain se mostrou o principal interessado em Coutinho, mas ainda não enviou nehuma proposta oficial. O brasileiro, inclusive, chegou a ser incluído na primeira oferta feita pelo Barcelona aos parisienses por Neymar, mas a mesma foi recusada.

Enquanto isso, o brasileiro segue com o seu futuro indefinido no mercado da bola. Com diversos possíveis destinos especulados, o que se mostra mais provável e aparente é de que o meia continue no Barcelona, pois ainda conta com o respaldo de boa parte da torcida blaugrana.