Bale pode se tornar o jogador mais bem pago do futebol chinês, diz jornal

Segundo informações da imprensa britânica, o futebol chinês aparece como possível destino para o jogador, que caso se concretize, terá o maior salário do futebol chinês.

Por Talis Andrey de Mello
Compartilhe

Depois da forte declaração do técnico Zidane, quando escancarou a porta de saída para o atacante Bale, diversos possíveis destinos para o galês começaram a ser especulados nas últimas horas. E, entre PSG, onde poderia estar envolvido em uma proposta do Real Madrid por Neymar, e uma possível volta para a Inglaterra, o futebol chinês aparece como um possível destino. 

Segundo a imprensa internacional, dois clubes chineses aparecem como favoritos nesta disputa: Jiangsu Suning e Beijing Guoan.  O primeiro pertence ao poderoso grupo empresarial "Suning", que detém, por exemplo, 70% das ações da Inter de Milão. E o segundo, de acordo com o britânico "The Telegraph", pretende seduzir Bale oferecendo o astronômico salário 668,7 mil euros POR SEMANA, o faria dele o jogador mais bem pago da história do futebol chinês - posto que pertence atualmente ao argentino Lavezzi, do Hebei Fortune, 557,2 mil euros por semana.

Bale est sendo especulado no futebol chinês. (Foto:talkSPORT)
Bale está sendo especulado no futebol chinês. (Foto:talkSPORT)

 

Vale lembrar que a preferência de Bale inicialmente era continuar no Real Madrid. Entretanto, mesmo com conversas com a comissão técnica e com a diretoria do clube merengue, foi determinado que o jogador não fazia parte dos planos dos blancos para a próxima temporada, e com isso, o jogador e seu empresário traçam estratégia para que ele saia do clube espanhol à custo zero, e com isso, ter muito mais facilidade na hora de escolher o novo desafio de Bale na carreira. 

Sendo assim, o futuro de Bale segue, de qualquer forma, indefinido. Na Inglaterra, um possível retorno é considerado pela maioria da imprensa local, como um grande risco para que decidir investir neste atleta.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal