Paris Saint-Germain fecha com a Nike ate 2032; com o maior valor patrocínio de sua história

Com a renovação, o PSG passará a receber três vezes mais do que arrecadava com seu antigo acordo com a empresa norte-america – quando recebia 25 milhões de euros por temporada.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Novo acordo entre Nike e Paris Saint-Germain rende 80 milhões de euros por ano ao clube francês – algo em torno de R$ 349 milhões; o maior acordo de patrocínio já fechado pelo PSG em sua história.

O novo contrato entre a empresa fornecedora de material esportivo e o clube francês foi estendido até 2032, onde a Nike irá fornecer ao Paris Saint-Germain uniformes de futebol para os times masculinos e femininos e de handebol masculino. Com a renovação, o PSG passará a receber três vezes mais do que arrecadava com seu antigo acordo com a empresa norte-america – quando recebia 25 milhões de euros por temporada.

Nike e Paris Saint-Germain.Nike e Paris Saint-Germain.

Se for realmente confirmado tais valores, o clube francês ficará em quarto lugar no ranking de patrocínios entre os gigantes europeus – ficando atrás apenas de Real Madrid (120 milhões de euros – Adidas), Barcelona (105 milhões de euros – Nike) e Manchester United (94 milhões de euros – Adidas).

Em nota oficial, Nasser Al-Khelaifi – presidente do Paris Saint-Germain declarou o seguinte a respeito do novo contrato de patrocínio com a Nike:

“Este acordo representa um passo muito importante, refletindo o que o clube se tornou no cenário mundial e as grandes ambições que temos para o futuro. Graças a Nike e a Jordan, vendemos um número recorde de camisas na temporada passada, uma das mais importantes do futebol europeu”.

Segundo o jornal francês “Le Parisien”, o PSG passou a cota de um milhão de camisetas vendidas na última temporada, sendo que mais da metade das camisas do clube são vendidas fora do país. O lançamento do novo modelo para a Temporada 2019/2020 está marcado para ocorrer na próxima segunda-feira, dia 1º de julho.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal