Com o planejamento de ter a melhor equipe da América do Sul até 2020, a direção do Flamengo que nesta terça-feira apresentou de forma oficial o lateral - Rafinha - ex-Bayern de Munique, agora segue no mercado atrás de um novo atacante e o nome mais cogitado é o de Pedro - centroavante do Fluminense.

A ideia do Rubro-Negro para ficar com o jogador é traçada da mesma forma como fez com Henrique Dourado, em 2018, quando tirou o atacante da equipe rival; inclusive o empresário do jogador - Márcio Giugni já foi procurado.

Contando com um bom fluxo de caixa, o Flamengo acredita que não precisará dispor de todo valor da multa do jogador das "Laranjeiras", uma vez que sua ideia é a de convencer o atacante que sua ida para o "Mengão" será extremamente benéfica para a sua carreira, servindo inclusive como vitrine para o futebol europeu. Além da "vitrine", o Flamengo tem a seu favor a questão dos vencimentos atrasados por parte dos jogadores do seu maior rival no futebol.

Aos 22 anos, Pedro foi alçado ao time profissional do Fluminense em 2016, quando entrou em campo em 86 partidas, marcando 29 gols. Em 2018, quando vivia seu melhor momento em sua "curta" carreira como jogador de futebol, sofreu uma séria lesão nos ligamentos do joelho direito, tendo que ficar parado por oito meses - perdendo a chance de vestir a camisa da Seleção Brasileira na época e um contrato milionário com o Real Madrid - que negociava sua transferência com o Fluminense para o Santiago Bernabéu.