Atlético-MG sonda a situação de Keno, ex-Palmeiras

Segundo o empresário do jogador, o clube mineiro sondou a situação do atacante, mas não há nenhuma negociação até o momento. Keno está no Pyramids, do Egito, desde o ano passado.

Por Talis Andrey de Mello
Compartilhe

O retorno do atacante Keno, que atualmente está no Pyramids, do Egito, ao futebol brasileiro pode estar cada vez mais próximo. Após seu nome ser especulado diversas vezes no Palmeiras, outro clube surge como interessado no futebol deste jogador: Trata-se do Atlético-MG.

Segundo declarações do empresário do jogador, Edson Ribeiro Neto, em entrevista à rádio mineira 98FM, o clube mineiro procurou o staff de Keno para saber sobre a possibilidade de uma possível negociação.

Entretanto, o agente garantiu que não há nenhuma negociação até o momento, e de que o Atlético-MG apenas fez uma consulta sobre a real condição do atacante para o futebol brasileiro. Além do Galo e do Palmeiras, o São Paulço já tentou a contratação de Keno há alguns meses por empréstimo, mas o clube egípcio não aceitou.

Keno atualmente está no Pyramids, do Egito, e foi sondado pelo Atlético-MG. (Foto: Divulgação)Keno atualmente está no Pyramids, do Egito, e foi sondado pelo Atlético-MG. (Foto: Divulgação)

 

Na época, no entanto, os egípcios pediram 13 milhões de euros (cerca de R$ 56 milhões), o que acabou com a chance de qualquer negócio. Além de Keno, o Galo também está interessado em repatriar o atacante Roger Guedes, que atualmente defende o Shandong Luneng, da China, e conversa constantemente com os executivos do clube mineiro, para tentar articular uma volta ao Brasil.

Outra situação que é tratada como prioridade pela diretoria do Atlético é a contratação de mais 4 reforços, mesmo que seja necessário se desfazer de algum atleta que não esteja sendo utilizado pelo técnico Rodrigo Santana. Entretanto, o clube busca ajuda de investidores para conseguir reforços mais caros no mercado para a próxima janela de transferências, que abre em julho.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal