PSG pode pagar mais de R$430 milhões por Pjanic, diz jornal

Segundo o jornal italiano Corriere Dello Sport, o meia bósnio desperta o interesse do PSG, e o clube francês teria que desembolsar o valor de 436 milhões de reais para ter o jogador.

Por Talis Andrey de Mello
Compartilhe

Após a derrota na final da Copa da França para o Rennes, o PSG já começa a planejar os possíveis reforços para a próxima temporada. Com muito dinheiro em caixa, o clube francês parece não estar se preocupando com o quanto precisa gastar para ser o dono da Europa.

Desta vez, o  alvo dos franceses atende pelo nome de Miralen Pjanic, da Juventus. O bósnio seria uma das prioridades da diretoria francesa para a próxima temporada. Quem garante isso é o jornal italiano Corriere Dello Sport, que inclusive, na publicação, detalha os possíveis valores para que Pjanic desembarque em Paris.

De acordo com a publicação, o PSG considerava uma proposta na casa dos 60 milhões de libras (R$ 304 milhões) para contratar o volante bósnio, mas o valor está distante daquilo que pensa a Juventus para negociar um dos nomes de confiança do técnico Massimiliano Allegri. Protagonista da equipe campeã da Série A, o jogador custaria o montante de 86 milhões de libras (R$ 436 milhões) aos cofres franceses. Apenas por essa quantia os italianos aceitariam liberar Pjanic.

Pjanic pode ser o novo alvo do PSG, diz jornal. (Foto: Dailly Express)
Pjanic pode ser o novo alvo do PSG, diz jornal. (Foto: Dailly Express)

Além do Paris Saint-Germain, o nome do bósnio tem sido ligado ultimamente ao Real Madrid, que considera o jogador caso o seu sonho de tirar Paul Pogba do Manchester United não se concretize.

Vale lembrar que, Pjanic é um dos principais jogadores do elenco atual da Juventus, e além de pagar uma quantia absurda para conseguir a liberação do clube, será necessário uma proposta e um projeto irrecusável para convencer o atleta a mudar de clube, já que adquiriu um grande prestígio no clube italiano.

Mais sobre: psg juventus pjanic
Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal