Botafogo estuda a contratação de Trellez, do Internacional

Após a liberação de Kieza, que foi para o Fortaleza por empréstimo, o atacante colorado pode estar cada vez mais longe de Porto Alegre. Fora dos planos, diretoria colorada não deve dificultar a negociação.

Por Talis Andrey de Mello
Compartilhe

Após oficializar a saída do atacante Kieza para o Fortaleza, por empréstimo para o Fortaleza, o Botafogo já busca no mercado, opções para uma reposição. Desta vez, o nome preferido pela diretoria alvinegra atua no futebol gaúcho.

Trata-se de Santiago Tréllez, do Internacional.O colombiano de 29 anos tem contrato com o São Paulo até dezembro de 2021 e atualmente está emprestado ao Internacional, clube ao qual está vinculado até o fim desta temporada.

A utilização do jogador foi necessária durante o período em que o peruano Paolo Guerrero esteve afastado dos gramados, por conta de sua punição por doping. Em 2019, atuou apenas nove vezes pelo Colorado (quatro como titular) e não balançou as redes. Agora, com o peruano em ação, o Inter não se opõe à liberação do centroavante.

Tréllez chegou ao Internacional no início deste ano, por empréstimo. (Foto: Divulgação)
Tréllez chegou ao Internacional no início deste ano, por empréstimo. (Foto: Divulgação)

O nome de Tréllez agrada aos dirigentes botafoguenses. Vale lembrar que, o clube carioca já tentou negociar com o jogador e seus agentes em dezembro de 2018. Entretanto, os altos valores pedidos pelo Vitória, que ainda detêm os direitos do atleta, barraram a negociação.

A negociação, porém, não é considerada simples pelo Botafogo, pois há um débito do Internacional com o São Paulo. Ainda não houve conversas oficiais do Glorioso com o agente do atleta nem com os clubes envolvidos. 

Para conseguir um desfecho positivo nesta negociação, o alvinegro carioca precisa ajustar os custos, pois enfrenta uma situação de calamidade financeira. Clube mais endividado do país, o Botafogo deve buscar apoio de investidores para contratar novos atletas.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal