Fluminense quer Ganso e Nenê

Flu tenta contratar os dois jogadores, porém este é um cenário pouco provável, principalmente pela questão de Nenê, que não está próximo de ter liberação do clube paulista.

Por Talis Andrey de Mello
Compartilhe

Com uma situação financeira muito debilitada há alguns anos, o Fluminense tenta fazer de 2019 um ano melhor do que foi 2018, onde o clube quase foi rebaixado para a série B do Campeonato Brasileiro. Mesmo chegando até a semifinal da Copa Sul Americana, a avaliação por parte da diretoria do tricolor carioca não foi boa, e o clube segue atrás de reforços.

Após anunciar as contratações do goleiro Agenor, do zagueiro Matheus Ferraz, o lateral-direito Ezequiel, o volante Bruno Silva, e os atacantes Luis Felipe, Mateus Gonçalves e Yony González, o clube agora tenta trazer alguns nomes mais conhecidos do futebol brasileiro, para agregar experiência à um time muito jovem.

Os nomes trabalhados no Tricolor das Laranjeiras são Paulo Henrique Ganso, que está atualmente no Amiens, da França, e Nenê, jogador que está em uma situação desconfortável no São Paulo.  A situação de Ganso parece mais fácil, pois o Flu já conseguiu alinhar com o Sevilla o tempo de empréstimo: Um ano. Na última semana, o empresário do jogador, Giuseppe Dioguardi esteve  no CT do tricolor carioca para discutir a contratação. Os agentes do jogador tentam uma divisão salarial que agrade as duas partes.

Ganso está mais próximo de ser jogador do Fluminense. (Foto: Torcedores.com)Ganso está mais próximo de ser jogador do Fluminense. (Foto: Torcedores.com)

A situação de Nenê parece mais distante. Não houve nenhum tipo de avanço nos últimos dias e o Flu pretende retomar a negociação quando os dirigente do São Paulo retornarem dos EUA, onde estavam na Flórida Cup. A expectativa do clube carioca é de que o meia consiga uma liberação do Tricolor Paulista, mas no momento, este cenário parece pouco provável.

O cenário de ter os 2 jogadores agrada o clube, mas isso dependeria de uma matemática muito grande do Fluminense, com salários bem abaixo do que os jogadores em questão recebem em seus clubes.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal