Ex-dupla grenal assina com time da segunda divisão turca

Anderson se destacou ao marcar o gol da final na “Batalha dos Aflitos” – gol esse que garantiu ao Grêmio o acesso a primeira divisão, em 2005.

Por
Compartilhe

O ex-dupla grenal e Manchester United, Anderson, irá jogar na segunda divisão do futebol turco. O meio-campista brasileiro assinou contrato por três temporadas (até julho de 2017) com o Adana Demirspor – time da segunda divisão turca.

Com 30 anos, o volante Anderson deverá se apresentar em seu novo clube nos próximos dias, onde se juntará ao elenco para iniciar os treinamentos de pré-temporada.

Anderson em 2005, rumo ao gol que daria ao Grêmio o acesso a Série A, do Brasileirão, no ano seguinte.Anderson em 2005, rumo ao gol que daria ao Grêmio o acesso a Série A, do Brasileirão, no ano seguinte.

Revelado pelo Grêmio, Anderson se destacou mesmo ao marcar o gol da final na “Batalha dos Aflitos” – gol esse que garantiu ao Grêmio o acesso a primeira divisão, em 2005. Em 2006, ele foi negociado ao Porto, de Portugal.

Já em 2007, foi para o Manchester United, onde ficou boa parte de sua carreira – em seis temporadas no clube inglês, o volante atuou em 181 partidas e marcou 12 gols. Pelos “Reds Devils”, Anderson conquistou a Champions League, na temporada 2007/2008 e o Mundial de Clubes na sequência. Além destes dois importantes títulos, ele também conquistou pelo United Campeonato Inglês em quatro oportunidades – 2007/08, 2008/09, 2010/11 e 2012/13.

Anderson atuando pelo Manchester United, time pelo qual conquistou seus principais títulos em sua carreira.Anderson atuando pelo Manchester United, time pelo qual conquistou seus principais títulos em sua carreira.

Após longos anos no futebol europeu, ele retornou ao Brasil no maior rival do Grêmio; o Internacional, em 2015, onde sem muitas oportunidades de jogar, ficou marcado pelo rebaixamento do Colorado, em 2016, sendo emprestado ao Coritiba no início de 2017, foi dispensado pelo clube curitibano no mesmo ano. Sem clube desde então, treinava em uma academia de Porto Alegre.

Comentários