Depois de ser anunciado como o mais novo reforço da "Velha Senhora", Cristiano Ronaldo, em carta, faz um esclarecimento a torcida do Real Madrid. O craque português diz que pediu para sair.

Após nove anos defendendo as cores merengues, um dos maiores ídolos da história do Real Madrid irá mudar de casa - Cristiano Ronaldo está dando adeus à Espanha, a Madrid e ao clube pelo qual foi muito feliz ao longo dos últimos anos. Ele há poucas horas atrás foi anunciado como reforço da Juventus, da Itália e em uma carta de despedida divulgada pela direção do clube espanhol, agradece pelo período em que defendeu o clube, revelando inclusive que foi sua a decisão de deixar o time merengue.

"Estes nove anos no Real Madrid, foram possivelmente os mais felizes da minha vida. Só tenho sentimentos de enorme gratidão por esse clube, por essa torcida e por essa cidade. Só posso agradecer a todos pelo amor e carinho que recebi. Porém, acredito que chegou a hora de começar uma nova etapa em minha vida e é por isso que pedi ao clube que aceitasse me transferir. Eu me sinto assim e peço a todos, especialmente aos nossos seguidores, que me compreendam. Foram nove anos absolutamente maravilhosos. Foram únicos. Foi um tempo emocionante para mim, cheio de consideração, mas também difícil, porque o Real Madrid é de uma exigência altíssima, mas sei muito bem que nunca vou esquecer que desfrutei do futebol aqui de uma forma única. Com companheiros incríveis, formamos um time fabuloso no campo e no vestiário, sentindo o calor de uma torcida incrível, que junto, conquistou comigo, quatro Champions League em cinco anos. Com eles, também tive a satisfação de ter ganho 4 Bolas de Ouro e 3 Chuteiras de Ouro. O Real Madrid conquistou meu coração e de minha família, e é por isso que, mais do que nunca, quero agradecer - agradecer ao clube, ao presidente, aos diretores, aos meus colegas, a todos os técnicos, médicos, fisioterapeutas e trabalhadores incríveis que fazem tudo funcionar e que estão cientes de cada detalhe incansavelmente. Obrigado ao futebol espanhol. Eu refleti muito e sei que chegou a hora de um novo ciclo. Estou saindo, mas seguirei sentindo que esta camisa, este escudo e o Santiago Bernabéu são sempre meus, onde quer que eu esteja. Obrigado a todos e, claro, como eu disse a primeira vez em nosso estádio há nove anos: Hala Madrid!".

Durante esses nove anos defendendo o clube madrileño, Cristiano Ronaldo ajudou o time a reconquistar a Europa, com quatro títulos da Champions League, onde também, se tornou o maior artilheiro da história do Real Madrid, com 450 gols em 438 partidas - uma média de 1,02 gols por partida.

A Juventus irá pagar ao Real Madrid, 100 milhões de euros, divididos em dois anos - além desse valor, o time de Turim também irá pagar o valor destinado ao mecanismo de solidariedade previsto pela FIFA e outros encargos, avaliados em 12 milhões de euros, por quatro anos de contrato já assinado pelo atacante português.