Cristiano Ronaldo negocia com a Juventus, da Itália, diz jornal

O craque português ainda terá mais algumas portas abertas para sair de Madrid, uma vez que existem sondagens ou até mesmo algumas propostas de clubes como o PSG e Manchester United.

Por
Compartilhe

Após se despedir da Copa do Mundo da Rússia, com a seleção portuguesa, Cristiano Ronaldo passa a ser o grande nome do “mercado da bola”, uma vez que o astro português não deverá permanecer no Real Madrid na próxima temporada.

Após deixar seu futuro em aberto depois da final da Champions League no último mês de maio, um dos destinos de CR7 poderá ser o futebol italiano, segundo as últimas informações do mercado da bola.

Cristiano Ronaldo - atacante do Real Madrid.Cristiano Ronaldo - atacante do Real Madrid.

De acordo com o jornal italiano “Tuttosport”, o atacante português estaria em negociações avançadas com a Juventus, da Itália – uma vez que seu empresário, Jorge Mendes, tem uma ótima relação com os dirigentes italianos, de Turim; algo que facilita e muito na hora de negociar.

O diário italiano também informa que Jorge Mendes nos últimos tempos, já se reuniu algumas vezes com Andrea Agnelli – presidente da Juventus e também com John Elkann – presidente do grupo automobilístico FCA, a fim de estudar uma estratégia para tirar o craque português do clube espanhol.

Com um contrato válido até 2021 e com uma cláusula de rescisão na casa de 1 bilhão de euros, o empresário do jogador ainda tentará convencer os dirigentes do Real Madrid a reduzirem essa multa para próximo a 280 milhões de euros – o que facilitaria uma negociação com o clube italiano.

Porém, se as negociações com a Juventus não andarem para frente, Cristiano Ronaldo ainda terá mais algumas portas abertas para sair de Madrid, uma vez que existem sondagens ou até mesmo algumas propostas de clubes como o Paris Saint-Germain, da França e Manchester United, da Inglaterra, para a atuar em seus clubes nessa temporada que se aproxima. O certo, é que Cristiano Ronaldo não deverá mesmo permanecer na Espanha, procurando assim, novos ares nesses seus últimos anos de carreira.

Comentários