Cruzeiro oferece proposta milionária para repatriar Ricardo Goulart

Ex-jogador cruzeirense é o sonho da direção para substituir Arrascaeta que tem sua saída dada como certa a partir do próximo mês, após a Copa do Mundo.

Por
Compartilhe

Os clubes brasileiros que voltaram nesta última segunda-feira de uma parada de 10 dias para a Copa do Mundo e começam as suas preparações para o segundo semestre, também aproveitam essa parada para o Mundial para reformular seus elencos e no Cruzeiro isso não é diferente.

A “Raposa Mineira” mesmo admitindo dificuldades financeiras e somando dívidas milionárias, segundo informações do mercado da bola, ofereceu ao Guangzhou Evergrande, da China, R$ 66 milhões para repatriar Ricardo Goulart. O ex-jogador cruzeirense é um dos sonhos de consumo da direção celeste nesta próxima abertura da janela de transferências, que se abre no mês de julho.

Goulart é o sonho de consumo da direção cruzeirense na próxima abertura do mercado da bola.Goulart é o sonho de consumo da direção cruzeirense na próxima abertura do mercado da bola.

De acordo com o site “globoesporte.com”, o Cruzeiro enviou no último dia 17 de junho, um documento ao clube asiático oferecendo uma quantia de 15 milhões de euros – algo próximo a R$ 66 milhões pelo jogador. O pagamento seria pago em até três parcelas.

Mesmo com tal oferta, a direção mineira acredita que a contratação de Ricardo Goulart seja praticamente impossível pelas partes. Por outro lado, se a mesma chegar a ser aceita e finalizada, será a negociação mais cara da história do futebol brasileiro.

A direção do Cruzeiro se tiver a oferta aceita pelo clube chinês, pretende efetuar o pagamento em três parcelas, sendo a primeira de cinco milhões de euros após a aprovação dos exames médicos e os outros 10 milhões de euros restantes, em 10 de julho de 2019 e a outra em 10 de julho de 2020. O salário de Goulart seria de R$ 1,8 milhões mensais, além de luvas e mais uma comissão de R$ 12 milhões.

Ricardo Goulart é o jogador sonhado pela direção cruzeirense para substituir Arrascaeta, que tem sua saída dada como certa a partir do próximo mês, após a Copa do Mundo.

Comentários