Miranda admite conversa com Palmeiras, mas dá prioridade ao São Paulo

Após declarar que não pretendia voltar ao Brasil – pelo menos por hora, o zagueiro mudou seu discurso e já não esconde um possível retorno ao futebol brasileiro.

Por
Compartilhe

O zagueiro Miranda – que atualmente está com a seleção brasileira, na Rússia, para a Copa do Mundo, admitiu em entrevista ao canal “Pilhado” que conversou recentemente com o Palmeiras, mas o mesmo afirmou que as conversas não evoluíram.

Após declarar que não pretendia voltar ao Brasil – pelo menos por hora, o zagueiro mudou seu discurso e já não esconde um possível retorno ao futebol brasileiro, admitindo ainda que o primeiro clube a escutar em um eventual retorno ao país seria o São Paulo.

Miranda - a esquerda de colete no treino da seleção brasileira.Miranda - a esquerda de colete no treino da seleção brasileira.

Em conversa ao canal acima informado, o zagueiro da Inter de Milão revelou que as conversas com o Palmeiras não evoluíram, admitindo ainda que uma volta para um dos maiores rivais do São Paulo não seria legal.

“O Palmeiras é hoje um dos maiores clube do Brasil – tanto em termos financeiros, como em termos de estrutura. Sem dúvidas é um dos clubes que mais cresceram no Brasil nos últimos anos, é uma potencia, o que seria normal vir atrás de jogadores em alto nível na Europa. Conversei com alguém ligado ao Palmeiras, mas expliquei minha situação e a conversa encerrou por ali mesmo. Tinha uma relação muito forte com o São Paulo, uma volta para o Palmeiras não seria legal”, declarou o zagueiro, que ainda admitiu sua preferência pelo Tricolor Paulista na hora em que retornar ao país.

“Depende (não sei se jogaria em outro clube). Depende muito da situação. Acho que um retorno seria para o São Paulo. Se eles não quiserem, ai sim como profissional devo procurar o melhor para o meu trabalho. Se não tivesse uma oferta do São Paulo, jogaria sem problemas no Palmeiras e faria o meu melhor pelo clube. Mas atualmente minha prioridade é a de permanecer na Europa, até porque tenho mais um ano e meio de contrato com a Inter. Vou procurar cumprir com esse acordo. Porém, as coisas no futebol são dinâmicas. Daqui a dois dias, posso mudar de opinião, tenho uma oferta para fazer com que eu volte ao Brasil. Mas hoje eu vejo essa possibilidade com dificuldade”, declarou Miranda.

 

Comentários