Róger Guedes pode deixar o Atlético-MG rumo ao futebol Árabe

Segundo as últimas informações, existe sim uma “prioridade de compra”, assim sendo, em caso de venda, o Palmeiras precisa comunicar o Atlético-MG, que terá a possibilidade de igualar a proposta.

Por
Compartilhe

O Atlético-MG poderá perder uma de suas principais peças em 2018 – falo de Róger Guedes – que pertence ao Palmeiras e está emprestado ao time mineiro até o final do ano. O atacante tem uma proposta para atuar no futebol árabe e com isso poderá deixar o país a partir de julho, quando a janela de transferências se abrir.

Ao lado de Pedro – do Fluminense, Róger Guedes é um dos artilheiros do Campeonato Brasileiro, com cinco gols marcados.

A Arábia Saudita promete ser uma nova “China” no futebol mundial, uma vez que o Ministério do Esporte do país está investindo alto no futebol. A saída de Fábio Carille – ex-técnico do Corinthians que foi contratado pelo Al-Wehda na última semana é só um exemplo do que poderá ocorrer nas próximas semanas em relação a jogadores estrangeiros, que são bem vistos no continente em questão. Existe por parte de pessoas envolvidas no futebol árabe, de que vários jogadores de fora do país sejam contratados por clube sauditas nesta temporada.

Róger Guedes - atacante do Atlético-MG.Róger Guedes - atacante do Atlético-MG.

Como já declaramos acima, o Atlético-MG não terá muito que fazer caso o Palmeiras decida vender o jogador ao mercado árabe, uma vez que seu contrato é de empréstimo até o final da temporada e sem um passe fixado, a coisa fica pior ainda para os lados do Galo, que não tem garantia de que se pagar um valor ao jogador, ficará com o mesmo em definitivo.

Atualmente o Palmeiras detém 25% dos direitos econômicos do jogador, que por muito pouco não foi negociado na última temporada – lembrando que em 2016, o clube paulista negou uma proposta de 8 milhões de euros do Spartak de Moscou.

Segundo as últimas informações publicadas pelo site do “globoesporte.com”, existe sim uma “prioridade de compra”, assim sendo, em caso de venda, o Palmeiras precisa comunicar o Atlético-MG, que terá a possibilidade de igualar a proposta. Caso o Galo iguale a oferta, tem a preferência na compra dos direitos de Róger Guedes, mas sem enfrentar um de seus melhores momentos financeiros, o clube dificilmente terá condições de competir com o mercado do exterior. Ainda caso o jogador seja realmente negociado, o time mineiro terá direito a uma compensação, que fica entre 10% a 20% do valor afirmado.

Comentários