Em entrevista ao site "Goal", o CEO do Borussia Dortmund - Hans-Joachim Watzke, revelou que existe a possibilidade do clube se desfazer do inglês Jadon Sancho, mas para que ele seja liberado para sair, o clube interessado no jogador terá que desembolsar 110 milhões de libras - cerca de R$ 864 milhões.

Contrato com o Dortmund

O meia inglês tem contrato com o clube alemão até 2023 e portanto não teria a necessidade de negociá-lo na próxima abertura da janela de transferências, no entanto, não impedirá sua saída, desde que surja uma oferta dentro do que o Borussia Dortmund quer - valor já acima citado.

O clube mais interessado em tirar o jogador inglês do time alemão é o Manchester United, que segundo informações já teria bases salariais acertadas com o atleta. Na última temporada os "Reds Devils" já tentaram tirá-lo do Dortmund, mas o clube alemão não aceito nenhuma oferta.

"Sancho está conosco há muito mais tempo que Haaland. Se houver uma oferta excepcional nós iremos discutir com o jogador e com seu empresário; como sempre. No entanto, estou certo de que o mercado não funcionará de forma limitada", declarou o CEO do Dortmund em entrevista ao portal já acima citado.