Um dos grandes ídolos recentes do São Paulo está de volta ao clube. Depois de 12 anos, o zagueiro Miranda novamente vestirá a camisa do tricolor paulista. Após semanas focadas nas tratativas finais para encaminhamento da negociação, as partes chegaram a um acordo, e o anúncio oficial aconteceu ainda na manhã desta quarta-feira (17), através das redes sociais do clube.

A prioridade de Miranda e seu staff desde que o jogador ficou livre no mercado, era o retorno ao São Paulo. Ainda com outras equipes no páreo, como Coritiba e Internacional, que sondaram a situação do zagueiro, todas as atenções e esforços foram voltados ao time do Morumbi.

Contrato de Miranda não terá salário fixo no São Paulo

Em seu retorno ao São Paulo, Miranda acertou contrato com o clube até o fim do ano de 2022. Os vencimentos serão parcialmente fixos, isso porque as cifras podem aumentar, de acordo com bônus por produtividade, além das luvas. Aos 36 anos de idade, Miranda estava livre no mercado desde que saiu do Jiangsu Sunning, que encerrou as atividades.

Com isso, Miranda é mais um reforço apresentado pelo tricolor paulista. O clube ja anunciou as contratações de Orejuela e Bruno Rodrigues. Outras negociações estão bastante avançadas, como por exemplo, do atacante Éder (livre no mercado), além dos meias William (Toluca), e Martín Benítez (Vasco da Gama).

O clube ainda vasculha o mercado em busca de mais um zagueiro, preferencialmente canhoto, um volante (clube tem concorrência do Grêmio por Gabriel Neves), além de um centroavante.