Com a ideia de tentar tirar o atacante André, do Sport, a direção do Grêmio informou que aumentou a proposta pelo jogador, entretanto o clube pernambucano só aceita negociar se o clube gaúcho pagar o que eles pedem. Com o valor muito acima que o Tricolor Gaúcho gostaria de pagar pelo atacante - 15 milhões de euros, com isso o clube dirigido por Romildo Bolzan Júnior se retirou de qualquer negociação.

O Grêmio havia oferecido 2 milhões de euros por 60% dos direitos econômicos do jogador e além disso, disponibilizaria ao clube de Pernambuco atletas seus por empréstimo, em troca de André.

Mas não era só isso, o clube gaúcho também sinalizou com a possibilidade de oferecer uma quantia a mais ao Sport após um período de contrato, em caso de negociação favorável. Mas a direção pernambucana fincou o pé e pediu um alto valor somente para inviabilizar qualquer tipo de negociação, demonstrando assim que não tem interesse em negociar André com qualquer clube que seja - pelo menos por hora.

Segundo o globoesporte.com, André não gostou nada de como a direção do Sport tratou as negociações junto ao Grêmio, uma vez que ele estaria empolgado com a possibilidade de poder disputar uma Libertadores e trabalhar com o treinador do clube gaúcho. André solicitou na última terça-feira a dispensa da partida contra o Santos-AP, nesta quarta-feira - partida essa válida pela Copa do Brasil - o atleta alegou problemas pessoais. Em relação a esse pedido, o Sport não quis se manifestar.