Melhores momentos do GP do Canadá

Antes de mais nada, aconteceu neste domingo (12), o GP do Canadá de Fórmula 1 2022. E foi mais uma corrida tranquila para Max Verstappen, que largou na frente e só teve sua vitória ameaçada nas voltas finais. Mesmo assim, o holandês garantiu a vitória em Montreal, seguido de Carlos Sainz. Por fim, fechou o pódio o heptacampeão da Fórmula 1, Lewis Hamilton.

Enquanto isso, o atual 3º colocado do campeonato mundial de pilotos, Charles Leclerc, fez uma corrida de recuperação no GP do Canadá. Já que o monegasco trocou toda sua unidade de potencia e largou da penúltima posição (apenas na frente de Yuki Tsunoda, que também trocou seu motor). Assim, Leclerc saiu da 19ª posição para fechar a corrida em 5º.

Destaque negativo para o 2º lugar na posição de largada, Fernando Alonso. Em suma, Alonso acabou segurando o compatriota da Ferrari Carlos Sainz na 1ª curva. Contudo, não durou muito tempo. Já que ainda na 1ª volta, Sainz ultrapassou o bicampeão mundial.

Apesar de Alonso saber que a briga dele na corrida não era nem com Verstappen nem com Sainz, e sim com os dois carros da Mercedes (Hamilton e Russell). Mesmo assim, Alonso falhou na sua briga principal e terminou apenas em 7º lugar, atrás dos carros da Mercedes (Hamilton em 3º e Russell em 4º) além de ficar atrás de Leclerc (5º) e seu companheiro de equipe, Esteban Ocon (6º).

Vale destacar também a atuação dos dois carros da Alfa Romeo. Já que, após atuações apagadas nos treinos livres e classificatório, ambos os pilotos da escudeira italiana (Valtteri Bottas e Guanyu Zhou) foram bem durante a corrida e terminaram em 8º e 9º, respectivamente.

Pontos negativos do GP do Canadá

Por fim, fizeram corridas bastante negativas e fora da zonas de pontuação, Sebastian Vettel (12º), Pierre Gasly (14º) e Lando Norris (15º). Vale destacar de forma negativa também os dois carros da Haas (Kevin Magnussen e Mick Schumacher). Já que ambos largaram dentro do top 10. Contudo, enquanto Magnussen terminou em 17º, Mick sequer terminou a corrida, com problema no motor. Além dele, Yuki Tsunoda (AlphaTauri) e Sergio Pérez (Red Bull) também abandonaram a corrida.

Foto Destaque: Divulgação/F1

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.