Manchester City está livre de ser punido com o banimento do clube das principais competições europeias por duas temporadas. Entenda essa decisão do CAS agora nesta matéria!

Sim, o clube "azul" de Manchester está livre de qualquer perigo de não poder participar das principais competições europeias, após ser sido considerado culpado por ter inflacionado de forma falsa os valores de seus patrocínios, entre os anos de 2012 a 2016 - valores esses apresentados a UEFA em um processo aberto depois de documentos terem sido vazados pela revista alemã "Der Spiegel", em novembro de 2018.

A Corte Arbitral do Esporte - CAS publicou nesta última noite (madrugada de segunda-feira) a decisão sobre o caso do Manchester City, onde sua decisão anula o banimento do clube das competições europeias nas temporadas 2020/2021 e 2021/2022 e de quebra reduziu uma multa de 30 milhões de euros, para 10 milhões de euros.

Pep Guardiola - técnico do Manchester City
Pep Guardiola - técnico do Manchester City

Desta forma, em um pequeno comunicado em seu site oficial, o Manchester City agradeceu a Corte Arbitral, mostrando satisfação com o resultado de seu recurso, conforme podemos ler abaixo:

"Na pendência de analisar em detalhes a resolução do Tribunal de Arbitragem do Esporte (TAS) o mais rápido possível, o Manchester City deseja expressar a sua satisfação com a resolução que valida à posição do clube e as evidências apresentadas. O clube deseja agradecer ao TAS e aos membros do painel de árbitros por sua diligência neste procedimento".

OBS: Toda argumentação e as justificativas da decisão serão publicadas no site do CAS nos próximos dias.

O City entrou com recurso em fevereiro deste ano, junto ao Tribunal Supremo do Esporte, mais conhecido por CAS, dias após a UEFA comunicar a punição ao clube e agora, em 12 de julho sai vitorioso desta disputa judicial com a UEFA - onde possivelmente sairá mais fortalecido para a próxima temporada e também para a sequência da Champions League 2019/2020.