O técnico Pep Guardiola está temendo ser demitido em caso de fracasso de sua equipe diante do Real Madrid - pelas oitavas de final da Champions League.

O espanhol admitiu isso em entrevista ao "Football Daily" onde vê como grande as chances da direção do Manchester City demiti-lo em caso de mais um fracasso na Champions League frente ao Real Madrid na fase de mata-mata do torneio. Soma-se a isso a má campanha no Campeonato Inglês em que os vice-líderes estão 22 pontos atrás do Liverpool que pode ser campeão em confronto no Etihad Stadium contra o rival.

O treinador espanhol que jamais conseguiu passar das quartas de final com os "citizens" admite que outra derrota poderia custar o seu emprego.

"Se nós não vencermos o Real Madrid, o presidente ou o diretor esportivo do clube irá vir falar que o trabalho não está bom o suficiente, que o objetivo era a Champions e que eu estarei demitido", declarou.

Pep Guardiola - técnico do Manchester City.
Pep Guardiola - técnico do Manchester City.

Apesar de admitir a possibilidade, o comandante ressaltou a importância do tempo de trabalho, como o Liverpool vem fazendo com Jurgen Klopp.

"Não estou aqui afirmando que isso irá ocorrer, mas isto (demissões) já aconteceu várias vezes. Talvez eles (dirigentes) digam que eu tenha me saído bem e perguntem o que podemos melhorar. O Liverpool passou quatro ou cinco anos para conquistar o primeiro título na última temporada. Foi um processo", continuou.

Pep Guardiola ainda ressaltou que o fato de não ter ganhado uma Champions League não faz do Manchester City uma equipe fracassada.

"É muito difícil vencer. Em mais de 100 anos de história de City, foram 100 anos de fracassos. Isso não é verdade. Eu quero vencer essa competição pelo clube, sonho com isso e vou aproveitar os jogos contra o Real Madrid para ver o que posso fazer", finalizou.

O único título da Champions League conquistado por Guardiola - como treinador foi na temporada 2010/2011 com o Barcelona. Desde então, com passagens por Bayern de Munique e Manchester City, o comandante técnico espanhol só conquistou as competições nacionais de seus países e tem a chance de tentar retomar o rumo das vitórias desta que sem dúvidas é a competição mais importante do "Velho Continente", a partir do próximo dia 26 de fevereiro, quando encara o primeiro jogo contra o Real Madrid, no Santiago Bernabéu.