Com duas grandes decisões em poucos dias, Pep Guardiola ainda não sabe informar se poderá contar com seu artilheiro, Sergio Agüero, na primeira delas, que será nesta sábado contra o Manchester United, no "derby" da cidade, que poderá dar o título da Premier League ao City em caso de vitória - isso a seis rodadas do fim da competição.

Em entrevista coletiva nesta manhã de sexta-feira, o treinador do Manchester City declarou que não sabia se poderia contar com o argentino para o jogo contra o United, no sábado.

"Ainda não sei dizer. Iremos treinar a tarde e iremos conferir a condição física de Sergio Agüero", declarou Guardiola.

Mesmo tendo uma decisão já pela frente neste final de semana, o assunto que tomou conta da entrevista coletiva desta manhã foi à derrota para o Liverpool na Champions League, no meio da semana. Com Gabriel Jesus tendo uma atuação apagada nesta partida e sendo o provável substituto de Agüero no jogo de amanhã diante dos "Reds Devils", Guardiola saiu em defesa do atacante.

"Ele é forte e sabe como gostamos que ele jogue; ele sabe que gostamos dele e que o apoiamos. Tem apenas 21 anos; seu aniversário foi nesta semana, antes do jogo de quarta-feira. É a primeira vez que ele joga em Anfield, em seu primeiro mata-mata pela Champions League. Você tem que viver com esse tipo de situação, uma vez, duas vezes ou três vezes para se tornar um jogador melhor. Sempre que é a primeira vez você sofre e da próxima vez estará melhor.

Na partida da próxima semana, o City encara o Liverpool com a obrigação de fazer quatro gols de diferença para avançar as semifinais. Se conseguirmos marcar três gols, levará a decisão para os pênaltis e qualquer outro resultado, classifica o Liverpool. Pep Guardiola sabe que a tarefa de seu time não será fácil.

"Foi um placar complicado na última quarta-feira. Não será fácil na próxima terça-feira, mas iremos lutar até o fim. Teremos todas as chances, mas temos um jogo importantíssimo antes disso. Eu revi a partida, e o Liverpool jogou como sempre acontece em Anfield", encerrou o treinador do Manchester City.