Sem dúvidas, a Copa Libertadores da América é a competição mais importante do futebol sul-americano, e uma das mais significativas do futebol mundial. Entretanto, como toda competição e própria do esporte, alguns times sem muita expressão chegam longe, e em algumas oportunidades, se sagram até mesmo campeões.

A Libertadores sempre foi conhecida por dar espaço aos times sem tanta expressão e investimento. Mesmo com algumas equipes sendo as mais conhecidas por ter sucesso no torneio, sempre existem algumas surpresas. Pensando nisso, elaboramos uma lista com 5 times "pequenos" e que fizeram história na competição continental, e que chegaram ao título de maneira improvável.

Veja 5 campeões "incomuns" da história da Copa Libertadores da América

5º- Argentinos Jrs (Argentina):

Uma equipe tradicional do futebol argentino, porém que nunca figurou entre os grandes, tendo apenas 3 títulos argentinos conquistados. Mesmo assim, o clube tem uma Copa Libertadores na prateleira, em 1985 batendo o América de Cali em 3 jogos, já que, na época, caso houvesse o empate nas duas partidas era realizado um terceiro para decidir o vencedor. Após vitórias de 1 a 0 para ambos em seus estádios, em campo neutro em Assunção no Paraguai a partida foi decidida nas penalidades com um 5 a 4 a favor dos argentinos. Naquele time, havia uma jovem promessa: Diego Armando Maradona.

Argentinos Jrs.  foi campeão da Libertadores de 1985. (Foto:CONMEBOL)
Argentinos Jrs. foi campeão da Libertadores de 1985. (Foto:CONMEBOL)

4º-Colo-Colo (Chile):

A maior glória de um time chileno no futebol sul-americano é até hoje considerada uma das maiores surpresas da história da Libertadores. No ano de 1991, o Colo-Colo fez uma memorável campanha na competição continental, e nem mesmo na grande final do torneio, era considerado o time favorito. Seu adversário era o Olimpia, que era o atual campeão na ocasião. Mesmo assim,os chilenos chegaram ao triunfo após uma vitória de 3 a 0 no segundo jogo, em solo chileno. A primeira partida havia encerrado com um empate por 0 a 0. O destaque do time chileno era o meia Pizarro, um dos maiores nomes da história do clube.

Colo-Colo surpreendeu e levou a competição em 1991. (Foto:Divulgação)
Colo-Colo surpreendeu e levou a competição em 1991. (Foto:Divulgação)

3º-San Lorenzo (Argentina):

Sem dúvidas, o ano de 2014 ficou marcado como uma das edições mais "malucas" da história da Libertadores. Além de uma final entre o San Lorenzo, da Argentina, e o Nacional, do Paraguai, outra equipe bastante surpreendente daquela edição foi o Bolívar, da Bolívia, que chegou até as semifinais.

Entretanto, o campeão foi o San Lorenzo, e o caminho para os argentinos foi extremamente complicado. Após eliminar o poderoso Grêmio nas oitavas, na decisão por pênaltis, o time argentino teve que passar por mais um brasileiro: o Cruzeiro. Na semifinal, encarou a surpresa da competição, o Bolívar, e passou com facilidade por um 5 a 1 no placar agregado. Na grande decisão, derrotou o Nacional, do Paraguai, por 2 a 1 no placar agregado.

San Lorenzo eliminou os grandes do continente para se tornar campeão da Libertadores em 2014. (Foto:Divulgação)
San Lorenzo eliminou os "grandes" do continente para se tornar campeão da Libertadores em 2014. (Foto:Divulgação)

2º-LDU (Equador):

No ano de 2008, a LDU protagonizou uma das maiores surpresas do futebol sul-americano. Diante do Fluminense, que era apontado como o melhor time da competição, liderado por Dodô, Thiago Neves e Washington, além de Renato Portaluppi como técnico, os equatorianos da LDU mostraram suas forças e conquistaram a taça mais cobiçada do continente.

Após eliminar o Estudiantes e o San Lorenzo, da Argentina, além do América, do México, o time equatoriano foi muito superior na primeira partida da final, vencendo o Fluminense por 4 a 2. No jogo de ida, em um Maracanã completamente lotado, os brasileiros venceram no tempo normal pelo placar de 3 a 1, com três gols marcados por Thiago Neves. Entretanto, na decisão por pênaltis, os equatorianos levaram a melhor, vencendo por 3 a 1.

LDU surpreendeu o Fluminense e foi campeão da Libertadores em 2008. (Foto:Divulgação/CONMEBOL)
LDU surpreendeu o Fluminense e foi campeão da Libertadores em 2008. (Foto:Divulgação/CONMEBOL)

1º- Once Caldas (Colômbia):

O mais surpreendente campeão de Libertadores da história. No ano de 2004, o Once Caldas, desconhecida equipe colombiana, de apenas 4 títulos locais e fundada na década de 60, conquistava a Copa Libertadores após eliminar Santos e São Paulo no mata mata e vencer o Boca Juniors na final pelo placar agregado de 1 a 1 e 2 a 0 na disputa de pênaltis, sim, 2 a 0 em uma disputa de pênaltis. Esse com certeza foi o campeão mais inusitado da maior competição de clubes da América do Sul.

Once Caldas venceu o Boca Juniors na final da Libertadores de 2004. (Foto:Divulgação/CONMEBOL)
Once Caldas venceu o Boca Juniors na final da Libertadores de 2004. (Foto:Divulgação/CONMEBOL)