Até às 21h45 de ontem, três clubes brasileiros defendiam suas cores para tentar ir às semifinais da Libertadores da América. Botafogo e Grêmio se enfrentaram na Arena do Grêmio, em Porto Alegre; o Santos recebeu o Barcelona na Vila.

Sob o olhar de 50 mil pessoas, o Grêmio venceu o Botafogo por 1-0 (gol de Lucas Barrios) e se classificou para as semifinais da Libertadores. A partida foi muito disputada com lances para importantes para todos os lados. Pelo lado do Botafogo era possível ver a força de vontade e organização do time de Jair Ventura. O time foi superior ao grêmio durante praticamente todo o jogo, mesmo que o tricolor tivesse mais posse de bola em alguns momentos. As tentativas de Roger, Rodrigo Pimpão, Lindoso, João Paulo e Bruno Silva paravam na defesa gremista ou com intervenções do goleiro Marcelo Grohe.

Do lado gremista, a grande dificuldade tricolor era superar a falta de Luan (craque do time que estava no banco de reservas). Para isso, Renato Gaúcho tentou utilizar Leo Moura no meio do campo - aos 30 minutos o treinador percebeu que sua tática não havia dado certo e sacou Leo para a entrada do Everton. Dali em diante o Grêmio melhorou consideravelmente, apesar de demosntrar um nervosismo fora do comum.

O único gol da partida foi marcado na segunda etapa, quando novamente o Botafogo tinha o controle da partida. Depois de uma falta na intermediária, Edilson cruzou para a grande área, Barrios leu perfeitamente a trajetória da bola e antecipou o marcador para cabecear e vencer o companheiro de seleção Gatito Fernandez.

Depois do Gol o Botafogo tentou sair para o jogo - um gol ali daria a classificação ao clube carioca pelos critérios de desempate - e tentar marcar seu gol. Ao mesmo tempo o time deu espaços e o Grêmio pode contra-atacar com mais naturalidade. Sem sucesso, no entanto.

LibertadoresFinal
22/11 - 21:45 - Arena Grêmio
GRE 1 x 0 LAN
29/11 - 21:45 - Ciudad de Lanús
LAN 1 x 2 GRE
Ver tabela completa
O Botafogo fez belíssima campanha na Libertadores e teve mais uma vez o sonho do título inédito interrompido. O Grêmio, por sua vez, tem agora praticamente 30 dias para reorganizar o grupo, ter a volta de Luan e se preparar par os próximos confrontos contra o Barcelona de Guayaquil.

Este Barcelona aí eliminou o Santos na Vila Belmiro por 0-1 e também segue o sonho de conquistar a Libertadores. O time santista cedeu a vitória aos visitantes e fica pelo caminho mais uma vez.

O último invicto da Libertadores 2017 caiu. O Santos tem feito ótimas partidas e se manteve bem tanto na competição continental como no Brasileiro mesmo com elenco enxuto e jogadores importantes jogando em baixa. O time conseguiu um empate no Equador e precisava do 0-0 para seguir adiante, mas foi supreendido com um cruzamento na área e a cabeçada de Jonatan Alvez, vencendo o goleiro Vanderlei aos 23 minutos do segundo tempo.

Com uma partida totalmente aquém do que vem exibindo, o Santos não teve forças para buscar o empate e levar a decisão para os pênaltis. Para piorar o peixe ainda perdeu Bruno Henrique, expulso por agredir e cuspir no adversário.

O Barcelona teve 18 chances criadas contra 10 do Santos.

As semifinais estão marcadas para os dias 24 de outubro e 2 de novembro com o segundo jogo em Porto Alegre (o Grêmio tem melhor campanha).

E hoje à noite rolam os jogos que fecham as quartas de final. Às 19h15 o River Plate recebe o Jorge Wilstermann para tentar reverter o improvável 3x0 que sofreu na semana passada. Já no último jogo da noite, o Lanús tenta reverter os 2x0 aplicados pelo San Lorenzo para seguir na competição.

Quem serão os finalistas da Libertadores 2017?