A Copa Libertadores da América chega na sua última rodada da fase de grupos. E, um dos times já classificados para as oitavas de final entra em campo para buscar confirmar a liderança de seu grupo na competição continental: Enfrenta o Peñarol, fora de casa, nesta terça-feira, às 21h30.

Se pelo lado dos uruguaios, apenas a vitória interessa para ter possibilidades de confirmar a classificação para a fase eliminatória do torneio, pelo lado do Furacão, o time busca sua 4ª vitória na competição, para confirmar a ida às oitavas como líder do grupo C do torneio.

Peñarol x Athletico: Onde assistir

O duelo entre Peñarol e Athletico, que acontece nesta terça-feira, às 21h30, e é válido pela 6ª rodada da fase de grupos da Libertadores, terá transmissão exclusiva do canal de TV fechada Fox Sports 2, para os assinantes de todo o Brasil. Confira a tabela abaixo:

Peñarol x Athletico
Horário: 21h30 (Horário de Brasília)
Estádio: Estádio Campeón del Siglo
Onde assistir: Fox Sports 2
Competição: 6ª rodada da fase de grupos da Libertadores 2020

Vale lembrar que, nesta temporada, os direitos de transmissão da Copa Libertadores da América estão divididos entre as emissoras SBT (TV aberta) e Fox Sports (TV fechada). Além disso, as plataformas de streaming Conmebol TV e Facebook Watch também transmitem algumas partidas.

Prováveis escalações

Pelo lado do Peñarol, o time comandado pelo técnico Mario Saralegui necessita de uma vitória para seguir com o sonho da classificação vivo. Até por isso, os titulares foram poupados na última rodada do Campeonato Uruguaio.

Sendo assim, a equipe deve ser escalada diante do Athletico com: Dawson; Gonzalez,Formiliano, Gary e Piquerez; Trindade, Gargano, Urretaviscaya, Terans e Facundo Torres; Martínez.

Pelo lado do Athletico, o time entra tranquilo, precisando apenas de um ponto para confirmar a liderança de seu grupo. Com isso, o time terá a volta de Erick, mas o desfalque de Renato Kayzer, que não está inscrito na competição.

O provável Atheltico tem: Santos; Jonathan, Thiago Heleno, Pedro Henrique e Abner Vinícius; Wellington, Érick, Christian e Léo Cittadini; Nikão e Carlos Eduardo.