A vitória de 3 a 0 do São Paulo sobre a LDU, na noite da última quarta-feira, deu novo ânimo para o time comandado pelo técnico Fernando Diniz. Após a derrota na estreia da competição, o tricolor paulista superou a crise e conseguiu aquilo que a torcida exigia há muito tempo: Aliar grande resultado com um desempenho equivalente.

O terceiro gol do São Paulo no jogo, anotado por Igor Gomes, foi a oitava finalização do time no alvo no jogo. Uma excelente média de um gol a cada 2,5 finalizações, mais ou menos. Índice de um time que ainda não tinha dado mostras em 2020, mas que, ao ser apresentado em sua melhor forma, é capaz de empolgar o seu torcedor. A vitória de 3 a 0 deixou o clube brasileiro na segunda posição do grupo D, mas perde para o River Plate no saldo de gols.

O São Paulo sufocou seu adversário desde o início, sendo fiel ao estilo que seu técnico pede. Com 15 minutos, o time brasileiro já vencia por 2 a 0, graças aos gols de Reinaldo ( de pênalti) e Daniel Alves, espantando o temor que havia de que a LDU pudesse impedir os ataques são-paulinos, e causasse mais um tropeço.

Entretanto, com a vantagem nas mãos, o São Paulo diminuiu o ritmo, e deu alguns espaços ao time adversário. Dentro de seu próprio campo, sem a bola e esperando contra-ataques, o time se perdeu, e cedeu algumas oportunidades aos equatorianos, que teve alguns (poucos) minutos de superioridade.

Daniel Alves marcou o segundo gol do São Paulo diante da LDU. (Foto:Divulgação/Rubens Chiri / saopaulofc.net )
Daniel Alves marcou o segundo gol do São Paulo diante da LDU. (Foto:Divulgação/Rubens Chiri / saopaulofc.net )

Na segunda etapa, a notícia negativa foi a saída do goleiro Tiago Volpi, lesionado. Entretanto, a afilção deu lugar ao alívio quando, aos 15 minutos, Igor Gomes apareceu de forma brilhante na área para concluir e decretar a vitória do time. Depois do terceiro gol, a LDU apenas assistiu o São Paulo tentar criar mais chances de gols, e conseguiu, mas Daniel Alves, Pablo e Hernanes não aproveitaram.

O São Paulo, aquele criava muito e fazia poucos gols, continua criando muito - foram 14 finalizações ao fim do jogo contra a LDU. Dessa vez, acertou o alvo. A missão será manter este padrão nos jogos fora de casa - primeiro, joga mais uma vez no Morumbi, na próxima terça-feira, contra o River Plate.

Em 2019, a nota de corte para as oitavas de final foi nove pontos - e só quatro times conseguiram avançar com essa pontuação. Vencer os três jogos em casa pode ser suficiente, mas é arriscado.

Antes de encarar o River Plate, o São Paulo recebe o Santos, sábado, no Morumbi, pela 10ª rodada do Campeonato Paulista.