Coudet da nova cara ao Inter na "estreia" pela Libertadores

Sem a retranca utilizada até o último final de semana, com dois volantes de contenção, o Colorado jogou aberto e pra cima do adversário, dando espetáculo aos quase 40 mil espectadores que acompanharam a vitória do Inter sobre a Universidad Católica.

Por Müller
Compartilhe

Eduardo Coudet prometeu e cumpriu! O técnico argentino desamarrou o time do Internacional nesta noite de terça-feira, diante da Universidad Católica - pela primeira rodada da fase de grupos da Libertadores e esse respondeu dando show a sua torcida.

Com dois gols de Paolo Guerrero e um de Marcos Guilherme, o Colorado venceu fácil o seu adversário chileno no Beira-Rio, pelo placar de 3 a 0, pela primeira rodada do Grupo E da maior competição sul-americana - todos os gols foram marcados na etapa complementar.

No entanto, o time da casa desperdiçou inúmeras chances para abrir o placar nos primeiros 45 minutos, que mais pareceram protocolares para dar aquele suspense! Com a vitória, o Internacional chegou à liderança do Grupo E - com três pontos; mesma pontuação do Grêmio, porém, tem um saldo maior que seu "eterno" adversário, que derrotou o América de Cali por 2 a 0, na Colômbia.

O time colorado foi perfeito nesta última terça-feira.
O time colorado foi perfeito nesta última terça-feira.

Próximos compromissos

Com o jogo de "estreia" já no passado pela Libertadores, o Colorado a partir de agora já começará a pensar no próximo compromisso pela competição sul-americana, no primeiro clássico Grenal nesta competição. O mesmo será realizado na Arena, na próxima quinta-feira, às 21h - pela segunda rodada; mas antes disso o Inter se volta ao Gauchão, onde recebe o Brasil de Pelotas, no estádio Beira-Rio, pela segunda rodada do returno, às 19h do próximo domingo.

Mudanças de Coudet

Pela primeira vez na temporada, o técnico argentino mandou a campo o time que ele considera ideal (no mesmo esquema que ele utilizada quando comandava o Racing - na Argentina) - claro, com algumas peças diferentes. Sem Musto e Lindoso no mesmo time e sem D’Alessandro, o técnico optou por Musto, Marcos Guilherme e Thiago Galhardo, com Edenílson fechando o meio de campo - em uma espécie de losango. Desta forma o Colorado alugou o campo do Universidad Católica e desperdiçou inúmeras chances claras de gols na primeira etapa. Os gols da partida foram sair somente no segundo tempo, com Guerrero abrindo o placar aos 16 minutos - quando o time já tinha finalizado pelo menos umas 20 vezes; o segundo gol marcado por ele saiu aos 21 e Marcos Guilherme fechou a conta aos 25 minutos da etapa complementar. Placar final, Internacional 3 x 0 Universidad Católica.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal