A fase de grupos da Copa Libertadores da América se aproxima, e com isso, as principais forças do futebol brasileiro se preparam para a competição mais importante de seus calendários. Pensando nisso, iremos trazer para você, torcedor, a situação de cada um dos adversários das equipes brasileiras na fase de grupos da Libertadores. Desta vez, iremos analisar o grupo A, do Flamengo.

Atual campeão e com o melhor futebol do continente, o Flamengo desponta como grande favorito para a conquista do continente mais uma vez. Sob o comando de Jorge Jesus, e com a permanência dos principais nomes do time, como Gabriel, Bruno Henrique e Arrascaeta, e as contratações de vários destaques do futebol brasileiro, como Michael, Pedro Rocha, Gustavo Henrique e Léo Pereira, o rubro-negro promete chegar longe na competição.

Como chegam os adversários

INDEPENDIENTE DEL VALLE

O Flamengo já sabe as armas de um de seus adversários na fase de grupos da Copa Libertadores da América. Isso porque o time brasileiro já enfrentou os equatorianos do Independiente Del Valle na disputa da Recopa Sul-Americana. O título veio após empate no Equador, pelo placar de 2 a 2, e vitória no duelo decisivo, no Maracanã, por 3 a 0. Mesmo com algumas adversidades, o Flamengo mostrou ser superior perante seu adversário.

Entretanto, o time equatoriano promete ser a segunda força do grupo. Sob o comando do técnico espanhol Miguel Ángel Ramírez Medina, o time chegou ao título da Copa Sul-Americana de 2019, quando venceu o Colón, da Argentina, na grande final. Antes disso, eliminou o Corinthians, na semifinal da competição.

Com um estilo de jogo muito dependente da posse de bola, o Independiente Del Valle tem o poder coletivo como sua grande arma. Mesmo tendo a preferência de jogar com passes curtos, o time utiliza a velocidade de seus jogadores de lado de campo, como Murillo e Enríquez, em lançamentos de média distância, preferencialmente pelo alto. Troca de passes em alta velocidade é o grande perigo da equipe.

NÚMEROS EM 2020:

  • 5 jogos (amistosos, Recopa Sul-Americana e Campeonato Equatoriano);
  • 2 vitórias
  • 2 empates
  • 1 derrota
  • 8 gols marcados
  • 10 gols sofridos

Independiente Del Valle foi campeão da Copa Sul-Americana em 2019. (Foto:CONMEBOL)
Independiente Del Valle foi campeão da Copa Sul-Americana em 2019. (Foto:CONMEBOL)

JÚNIOR BARRANQUILLA

Muito tradicional no cenário sul-americano nos últimos anos, o time colombiano quase chegou ao título da Copa Sul-Americana de 2018, quando perdeu para o Athletico, nos pênaltis. Depois disso, o time continuou figurando entre os principais do país. Nesta temporada, ocupa a 9ª posição do campeonato nacional, com 9 pontos conquistados em 6 jogos.

A equipe comandada pelo técnico Julio Comesaña joga no esquema 4-2-3-1, com 5 jogadores no meio-campo. Entretanto, a equipe colombiana alterna sua filosofia de jogo de acordo com o local de onde atua: em casa, a equipe procura ter mais posse de bola, enquanto atuando longe de seus domínios, prefere explorar os contra-ataques, com rápida transição entre os setores.

Os principais jogadores do Júnior Barranquilla são o atacante Carmelo Valencia, e o meia Sherman Cárdenas. Valencia é a referência no setor de ataque do time, e tem 1 gol marcado em 5 partidas na temporada. Cárdenas é o grande articulador da equipe, e é a peça-chave do time. O jogador já atuou no futebol brasileiro, por Atlético-MG e Vitória, nos anos de 2015 e 2016, respectivamente.

NÚMEROS EM 2020:

  • 6 jogos (Campeonato Colombiano);
  • 2 vitórias
  • 3 empates
  • 1 derrota
  • 4 gols marcados
  • 3 gols sofridos
Borja, ex-Palmeiras, é um dos reforços do Júnior Barranquilla nesta temporada. (Foto:Divulgação)
Borja, ex-Palmeiras, é um dos reforços do Júnior Barranquilla nesta temporada. (Foto:Divulgação)

BARCELONA (EQUADOR):

Uma das equipes mais conhecidas do futebol equatoriano, o Barcelona teve de passar pela temida fase de "Pré-Libertadores", eliminando Progreso (URU), Sporting Cristal (PER), e Cerro Porteño (PAR). Com grande sucesso recente nos últimos anos, sendo semifinalista da competição em 2017, o time é um dos principais candidatos a ser a grande surpresa desta edição da Libertadores.

Sob o comando do técnico Fabián Bustos, o time equatoriano atua no esquema 4-3-3, e depende muito da velocidade de seus jogadores de lado do campo. A transição rápida nos contra-ataques é o ponto forte da equipe equatoriana. O grande destaque individual do time é Fidel Martínez, atacante que já marcou 8 gols na temporada, todos na Copa Libertadores.

NÚMEROS EM 2020:

  • 8 jogos (Copa Libertadores e Campeonato Equatoriano)
  • 6 vitórias
  • 1 empate
  • 1 derrota
  • 17 gols marcados
  • 4 gols sofridos
Barcelona vem demonstrando futebol de alta qualidade na competição continental. (Foto:Twitter)
Barcelona vem demonstrando futebol de alta qualidade na competição continental. (Foto:Twitter)

CONFIRA OS JOGOS DA 1ª RODADA DO GRUPO A DA LIBERTADORES 2020:

04/03: Barcelona x Independiente Del Valle - 19h15
04/03: Júnior Barranquilla x Flamengo: 21h30