Era noite de espantar os fantasmas, de vencer e se garantir na próxima fase da Copa Libertadores da América. Com a Arena Corinthians lotada, o Timão tinha a missão de vencer o Guaraní por dois gols de diferença, já que havia sido derrotado no jogo de ida pelo placar de 1x0, a equipe comandada pelo técnico Tiago Nunes começou o duelo determinada a reverter o quadro, mas o cansaço e a desatenção pesaram contra o time brasileiro, que sofreu o gol e mesmo com a vitória de 2x1, está eliminado da competição continental.

O Corinthians foi escalado com: Cássio; Fagner, Gil, Pedro Henrique e Sidcley; Camacho, Cantillo, Luan e Pedrinho; Vagner Love e Boselli.

O Guaraní foi a campo com o seguinte time: Servio; Ivan Ramírez, Rolando García, Romaña, Báez e Guillermo Benítez; Morel, Fiorentin e Ángel Benítez; Redes e Fernando Fernández.

O JOGO

O início de jogo do Corinthians foi extremamente empolgante. Com Cantillo sendo o grande organizador do time, o time brasileiro foi para o ataque nos primeiros minutos, e Luan, aos oito minutos, abriu o placar em grande jogada após passe de Fagner. O time paraguaio perdeu uma grande chance aos 20 minutos, quando Redes chutou para fora com o gol vazio. Com 28 minutos, Pedrinho foi expulso pelo segundo cartão amarelo, após jogada perigosa, mas nem isso impediu o Corinthians de chegar ao segundo gol aos 31 minutos, quando Vagner Love recebeu de Luan e cruzou para Boselli ampliar o placar. Depois do segundo gol, o Timão passou a acalmar o jogo, e quase ampliou com Vagner Love, que exigiu um milagre de Servio nos acréscimos.

Boselli marcou o segundo gol do Corinthians, ainda na primeira etapa. (Foto:Marcos Ribolli)
Boselli marcou o segundo gol do Corinthians, ainda na primeira etapa. (Foto:Marcos Ribolli)

Na segunda etapa, o Corinthians voltou bem mais cauteloso, e aos 7 minutos, foi castigado com o gol de Fernando Fernández em cobrança de falta. Depois disso, o time foi ao tudo ou nada, e abusou dos cruzamentos ( encerrou o jogo com 28 no total). Sem ameaçar muito o goleiro Servio, a melhor chance da segunda etapa foi com Luan, que em cobrança de falta, mandou a bola na rede pelo lado de fora. A situação melhorou aos 40 minutos, quanto Romaña, do Guaraní, foi expulso. Logo na sequência, Fagner bateu colocado e obrigou Servio a fazer grande defesa. A pressão durou até o último minuto, mas não resultou na classificação.

Fernando Fernández marcou o gol do Guaraní no início do 2º tempo. (Foto:Divulgação)
Fernando Fernández marcou o gol do Guaraní no início do 2º tempo. (Foto:Divulgação)

Agora, o Corinthians segue sua vida com o Campeonato Paulista, onde enfrenta o São Paulo, no próximo sábado, no estádio do Morumbi. O Guaraní irá enfrentar o Palestino, do Chile, na próxima fase da "Pré-Libertadores".