Inter e La U ficam no 0 a 0 nos primeiros 90 minutos da "Pré-Libertadores"

Em um duelo que ficou marcado pelos protestos nas arquibancadas do estádio e em seus arredores, o Inter poderia ter tido melhor desempenho e saído com um placar favorável do Chile.

Por Müller
Compartilhe

E agora CONMEBOL? Não são desculpas pelo fraco desempenho do Inter em sua estreia na Copa Libertadores da América 2020, mas sim pelo comunicado que a entidade máxima do futebol na América do Sul deu ao clube chileno sobre possíveis protestos - antes, durante e após o confronto entre as equipes pela segunda-fase da "Pré-Libertadores", prometendo tomar duras medidas contra a La U em caso de confusões originadas pela torcida devido aos protestos vividos em Santiago - capital do país.

Torcedores ou vândalos colocaram fogo nas arquibancas e logo após lançaram cadeiras para dentro do gramado - nada disso parece ter sido anotado pela Conmebol.
Torcedores ou vândalos colocaram fogo nas arquibancas e logo após lançaram cadeiras para dentro do gramado - nada disso parece ter sido anotado pela Conmebol.

Por esse motivo antes de falarmos propriamente do Inter e do jogo desta última terça-feira, fica a seguinte pergunta: E ai Conmebol, qual medida tomará diante desses incidentes dentro do estádio em seus arredores, durante e após a partida? Queremos saber!

O jogo ficou marcado por confrontos entre policiais e torcedores.
O jogo ficou marcado por confrontos entre policiais e torcedores.

Universidad de Chile x Internacional

Em uma partida que terminou seus primeiros 90 minutos com um empate em 0 a 0 - tendo em minha visão uma partida fraca por parte dos visitantes, que estavam recheados de jogadores de marcação, o Colorado perdeu a chance de sair do país andino com o placar favorável, até porque a La U teve Montillo expulso nos minutos iniciais da segunda etapa, dando ao time visitante um bom tempo para pressionar o time da casa e sair com um placar melhor, no entanto, Eduardo Coudet preferiu se defender - colocando quatro volantes em campo, com apenas D’Alessandro como homem de criação e Paolo Guerrero isolado entre os zagueiros no ataque, o que levou o Colorado a ser uma equipe bastante burocrática, sem muita criação e com muitas tentativas pelo meio de campo - onde tudo estava congestionado. O Inter não teve grandes jogadas pelos lados, onde poderia sim ter mais chances de chegar ao gol da La U pelos espaços abertos; assim, com alguns erros de início de temporada, a grande decisão desta fase da competição sul-americana ficará mesmo para o Beira-Rio, no próximo dia 11 de fevereiro, as 19h15.

Guerrero teve grandes chances, mas demonstrou claramente estar fora de ritmo de jogo; perdendo grandes chances a favor do Colorado.
Guerrero teve grandes chances, mas demonstrou claramente estar fora de ritmo de jogo; perdendo grandes chances a favor do Colorado.

Como fica agora?

Se a Conmebol não tomar nenhuma atitude contra o time chileno e o jogo da volta sair, tanto o Inter, quanto a Universidad de Chile se classificam com uma vitória - empates com gols classifica o time chileno e um novo empate em 0 a 0 levará a decisão para os pênaltis. Lembrando sempre que existe o gol qualificado nestas fases da competição.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal