A Universidad de Chile deve ser mesmo o rival do Inter na segunda fase da Libertadores. Isso porque, conforme já era esperado, o Unión Española cumpriu o que prometeu e não apareceu para encarar a La U neste último sábado, no estádio La Portada, em La Serena, em uma das semifinais da Copa do Chile. Com isso, a La U deve ser declarada vencedora por W.O e ficar com a vaga na fase prévia da Libertadores.

Vale lembrar que a direção do Unión Española não concordou com a decisão da federação chilena para definir o quarto representante do país na Libertadores via Copa do Chile. Como a outra semifinal tem Universidad Católica e Colo-Colo, duas equipes já classificadas ao torneio continental, o vencedor do outro confronto ficaria com a vaga no torneio continental.

Universidad de Chile deve ser declarada como adversária do Inter na Pré-Libertadores.
Universidad de Chile deve ser declarada como adversária do Inter na Pré-Libertadores.

Em entrevista ao jornal "La Tercera" - de Santiago, o presidente da federação chilena, Sebastián Moreno, criticou a postura da direção do Unión Española e prometeu fortes punições ao clube.

"Unión Española faltou com respeito a todo o futebol chileno. Me dá pena tudo isso", afirmou o dirigente.

Para completar, o mesmo ainda declarou o seguinte:

"Vou trabalhar para que o Unión recebe a máxima punição. Porque está fazendo com que a gente retroceda 30 anos na história do futebol chileno", finalizou.

A Associação de Futebol do Chile (ANFP) encerrou o Campeonato Chileno do ano passado a seis rodadas do fim diante dos protestos que ocorriam no país. Pouco depois, anunciou que a Copa do Chile seria disputada em janeiro, para cumprir um prazo estabelecido pela Conmebol para a definição do time "Chile 4" na Libertadores.

O regulamento da competição prevê que, caso o campeão tenha sua vaga na Libertadores garantida, o vice teria seu lugar. Porém, se ambos chegassem à decisão assegurados na Libertadores, a vaga ficaria com o melhor time classificado no Campeonato Chileno que ainda estivesse vivo na Copa.

Com tal argumento, a Unión Española acredita que deveria ficar com a vaga na Libertadores destinada à Copa do Chile. A direção do clube diz que, por ter tido uma posição melhor no Chileno que a La U quando o torneio foi interrompido - terminou em nono, enquanto a Universidad de Chile era vice-lanterna - o lugar é seu. O time promete ir ao Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) pela demanda.

Os jogos da pré-Libertadores envolvendo Inter e o time chileno estão previstos para os dias 4 e 11 de fevereiro. O vencedor deste confronto enfrentará o vencedor do duelo entre Macará, do Equador, e Tolima, da Colômbia, na fase seguinte da Libertadores, para definir o time que entra na fase de grupos.