Diferentemente do pensamento de Abel Ferreira - treinador do Palmeiras, Cuca - treinador do Santos ainda tem dúvidas quanto a disposição de seus comandados para a grande final da Libertadores 2020, neste sábado, no Maracanã.

Alisson, um dos líderes do "Peixe" dentro de campo, ainda é dúvida para essa grande decisão, visto que recém se recuperou da COVID-19 e necessita de um período para voltar à rotina de jogo; se não tiver condições para iniciar a partida, Sandry deverá ser mantido no meio-campo.

As vésperas do confronto mais importante para o Santos na temporada e também dos últimos anos, Cuca não confirma o time que deverá encarar o Palmeiras, tendo ele ainda algumas dúvidas para escalar o "Peixe" na decisão da Libertadores da América 2020.

Se é verdade ou não, o certo é que Cuca vem deixando no ar algumas dúvidas quanto a possível escalação de seu time para essa grande partida diante do Palmeiras, no Maracanã, no sábado, às 17h - pela final da Libertadores; com duas dúvidas até aqui: Alisson e John.

Dúvidas com a escalação de Alisson

O meio-campista não entra em campo desde o último dia 13 de janeiro, na vitória sobre o Boca Juniors por 3 a 0, quando após o jogo testou positivo para a COVID-19 e fora afastado dos demais companheiros de elenco - permanecendo em quarentena. O mesmo ficou 10 dias afastado dos gramados, retornando aos trabalhos somente na última segunda-feira.

Como medida de precaução, não foi nem relacionado para o duelo diante do Atlético-MG, nesta semana, na derrota por 2 a 0, no Mineirão, em partida atrasada pelo Campeonato Brasileiro.

Desde sua saída, Cuca vem utilizando em seu lugar o meia Sandry, visto que Jobson está lesionado e não jogará mais nesta temporada de 2020. Sandry inclusive foi poupado diante do "Galo", dando clara indicação que poderá contar com o jogador diante do Palmeiras, mas Cuca não o coloca em campo; pelo menos em sua última coletiva.

"A gente tem tempo para avaliar tudo, para decidir no sábado. Não trouxemos o Alisson para não correr riscos", comentou Cuca após a derrota para o Atlético-MG.

Meta santista

No gol defendido pelo "Peixe", outra dúvida. Com Vladimir lesionado e com João Paulo assumindo a titularidade - condição essa perdida quando foi detectado com Coronavírus, viu John assumir a posição nos dois últimos jogos - contra o Goiás e Atlético-MG e apesar de ter sofrido seis gols nestas, Cuca garante que isso não será peso contra o atleta na hora de definir quem irá para o duelo diante do Palmeiras.

"Ainda não defini. O John tomou seis gols, mas não teve culpa em nenhum. Está absolvido. Domingo, o segundo tempo não foi bom. Hoje perdemos por 2 a 0 com 19 minutos. Não fez nenhuma defesa no segundo tempo, quando ainda tivemos chances", comentou o técnico santista.

Assim sendo, independentemente do time que Cuca mandará a campo no Maracanã, diante do Palmeiras, na final da Libertadores 2020, o técnico do "Peixe" promete trabalhar bem sua equipe, principalmente no aspecto psicológico - abalado com as últimas derrotas no Brasileirão.

"O jogador precisa estar bem psicologicamente e emocionalmente. Vamos fazer tudo o que pudermos para sairmos campeões. O tempo irá dizer se o que pusemos em prática fora o suficiente", finalizou.