Palmeiras e River Plate definirão nesta terça-feira, a partir das 21h30, a primeira equipe que se classificará à grande final da Copa Libertadores da América 2020, que ocorrerá no próximo dia 30 de janeiro, no estádio Maracanã, em jogo único.

O time que avançar enfrentará, na grande decisão da competição continental, o vencedor do duelo entre Santos e Boca Juniors. Na partida de ida, atuando no estádio La Bombonera, na Argentina, as equipes empataram por 0x0.

Com a vitória por 3x0, em plena Argentina, na partida de ida, para garantir classificação à final da Libertadores, o Palmeiras pode perder por até dois gols de diferença. Pelo lado do River Plate, para reverter o cenário de completa desvantagem, a equipe precisará ter uma "noite épica", conforme caracterizado pelo técnico Marcelo Gallardo.

Ficha Técnica

  • Jogo: Palmeiras x River Plate
  • Horário: 21h30
  • Local: Allianz Parque, em São Paulo
  • Fase: Semifinal, da Libertadores
  • Partida de ida: 3x0, Palmeiras
  • Árbitro: Esteban Ostojich
  • VAR: Nicólas Gallo

Transmissão

O duelo decisivo entre Palmeiras e River Plate acontecerá nesta terça-feira, às 21h30, no estádio Allianz Parque, em São Paulo, e terá transmissão do SBT (TV Aberta) e da Conmebol TV.

Desfalque e Provável Palmeiras

Com grande vantagem em mãos, o técnico Abel Ferreira, em comparação com a equipe que iniciou a partida de ida contra o River Plate, só não terá Patrick de Paula à disposição. O volante recebeu o terceiro cartão amarelo e cumprirá suspensão.

O provável Palmeiras tem: Weverton; Marcos Rocha, Alan Empereur, Gustavo Gómez e Matias Viña; Danilo, Gabriel Menino, Rony, Zé Rafael e Gustavo Scarpa; Luiz Adriano.

Desfalque e Provável River Plate

Tentando uma virada épica e histórica, o técnico Marcelo Gallardo terá um desfalque de peso para a partida desta terça-feira. O meia Jorge Carrascal, peça chave na engrenagem do time, foi expulso no primeiro confronto entre as equipes, e não ficará disponível.

O provável River Plate tem: Armani; Montiel, Rojas, Díaz, Pinola e Angileri; Enzo Pérez, Nacho Fernández e De La Cruz; Borré e Matias Suárez.