Landim vê troca de sede para a final da Libertadores como necessária

“Depois de um longo balanço e da análise de todas as alternativas que surgiram, e surgiram alternativas dentro e fora da América do Sul, e havia também um interesse nosso de manter essa final aqui...", declarou o presidente do Flamengo.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Após a Conmebol anunciar que a sede da final da Libertadores foi alterada para Lima, no Peru, por conta da inviabilidade de se realizar um evento nesse porte no Chile, país que vive sob intensas manifestações e que receberia inicialmente o evento, o Flamengo terá que iniciar um novo projeto de logística para a decisão da Libertadores. Em entrevista concedida ao canal "FOX Sports", o presidente do Rubro-Negro - Rodolfo Landim tratou como necessária a troca e revelou o que espera da grande final da Libertadores.

Rodolfo Landim - presidente do Flamengo.Rodolfo Landim - presidente do Flamengo.

"Depois de um longo balanço e da análise de todas as alternativas que surgiram, e surgiram alternativas dentro e fora da América do Sul, e havia também um interesse nosso de manter essa final aqui, a solução possível que surgiu para atender a manutenção da data, que era outra preocupação que nós tínhamos, foi a cidade de Lima. Temos todas as garantias de que o jogo vai transcorrer. Não só o jogo, mas eu diria que a festa toda. Sabemos dos problemas que isso vai trazer para as pessoas que compraram os ingressos, algumas já tinham feito plano de viagem também. Mas era algo necessário. Foi a conclusão a partir das informações passadas. Infelizmente a solução recaiu sobre outra cidade. A gente sabe dos impactos, mas espera que a torcida esteja lá presente", afirmou o presidente do Flamengo.

Com recorrentes protestos no Chile, a entidade máxima do futebol na América do Sul - Conmebol convocou os presidentes de Flamengo e River Plate nesta terça-feira para discutir todos os aspectos referentes a grande decisão, ficando decidido que a sede da final sairia de Santiago e iria para Lima, no Peru. O encontro aconteceu às 14h30, no Paraguai, e também contou com os presidentes da CBF e da AFA (Associação Chilena de Futebol).

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal