Em noite de novo apagão, Guerrero dá show e classifica o Inter a próxima fase da Libertadores

Com 30 minutos de luxo, o time do Inter por muito pouco não viu o filme diante do River Plate se repetir no Beira-Rio, mas desta vez o Colorado contava com Paolo Guerrero - o homem gol.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Nesta quarta-feira, poderíamos simplesmente vir até aqui e falar da vitória colorada na Libertadores – da classificação a próxima fase e seria isso; mas não é bem assim, falar da vitória do Inter sobre o Palestino e não falar da apresentação de Paolo Guerrero, seria uma heresia tremenda, pois ele foi o nome da partida, o cara que garantiu o gol da classificação do time brasileiro a próxima fase da competição sul-americana e claro, não podemos deixar de falar que mais uma vez o time comandado por Odair Hellmann por muito pouco não deu “sorte pro azar”.

Começamos então pelo “pior”, que foi mais uma vez ver o Colorado abrir 2 a 0 e aos 41 minutos da etapa inicial tomar um gol que teve origem de uma bola parada, que na segunda etapa levaria o time visitante a empatar o duelo pela Libertadores nos minutos iniciais – qualquer semelhança é mera coincidência, poderíamos dizer! Mas o filme diante do River Plate na última semana, na mesma competição, onde o Colorado vencia a partida por 2 a 0 com uma apresentação de luxo até os 30 minutos inicias e depois “apagou” permitindo o primeiro gol do adversário no final do primeiro tempo e o empate na segunda etapa por muito pouco não se repetiu novamente no Beira-Rio, nesta última terça-feira.

Paolo Guerrero e ao fundo Patrick - os homens gols da última noite no Beira-Rio. Lembrando que Patrick foi o autor do primeiro gol colorado sobre o Palestino em Porto Alegre.Paolo Guerrero e ao fundo Patrick - os homens gols da última noite no Beira-Rio. Lembrando que Patrick foi o autor do primeiro gol colorado sobre o Palestino em Porto Alegre.

No entanto, desta vez o time comandado por Odair Hellmann contava com alguém diferenciado, com um “matador”, com um jogador que sabe o que fazer com a bola quando está cara a cara com o gol. Aqui para você que assistiu a partida diante do time chileno sabe muito bem de quem estou falando – dele, do novo camisa 9 do Inter – Paolo Guerrero, que em apenas dois jogos (um pelo Gauchão e um pela Libertadores) já marcou três gols com a camisa vermelha – um gol a cada 50 minutos; a sua melhor média de gols em um início de caminhada num novo clube no Brasil.

Depois de oito meses parado, Paolo Guerrero voltou a campo “voando”, onde nesta última terça-feira ele fez qualquer um esquecer que esteve fora dos gramados por tanto tempo, marcando dois gols na vitória do Inter por 3 a 2 sobre o Palestino, no Beira-Rio com mais de 40 mil pagantes – novamente o estádio lotou para ver o Inter na Libertadores.

Voltando ao “time” ao “grupo”, o seu treinador admitiu o susto com o Palestino empatando o jogo logo no início da fase complementar, mas o mesmo valorizou a maturidade do seu grupo para buscar a reação e sair do Beira-Rio com a classificação garantida a próxima fase da competição sul-americana.

“Tivemos um primeiro tempo com domínio total nosso. Tivemos uma pressão muito forte, mas tomamos aquele gol de bola parada aos 41 minutos. Mesmo assim, reagimos no pouco tempo com o gol do Nico, que valeu (referindo-se aqui ao gol mal anulado pela arbitragem) e aí voltamos à situação do River”, declarou.

Com receio que o mesmo filme da última semana se repetisse, Odair contou que buscou corrigir os erros no vestiário, porém, o time novamente voltou desatento, apagado para a etapa complementar e o time comandado por Passerini aproveitou esse momento do Colorado para deixar tudo igual e colocar “lenha na fogueira” logo no primeiro minuto. Com Guerrero marcando seu segundo gol e dando a vitória do Inter minutos depois e com isso o alívio a sua torcida.

“Falamos e combinamos em manter a marcação sob pressão, mas o time novamente apagou e eles escaparam e marcaram o gol com um minuto de jogo. Ficamos 10, 15 minutos fora da partida. Eles não criaram situação de gol, mas não fizemos o nosso jogo. Quando passou o susto, voltamos a colocar a bola no chão, aparecemos, criamos novamente com variação tática e ai o grupo mostrou maturidade e competência para fazer quatro ou até mais”, completou.

No final da partida, o Colorado saiu de campo com os três pontos e com a classificação garantida para as oitavas de final da Libertadores, com duas rodadas de antecedência.

Veja abaixo os melhores momentos do jogo desta última terça-feira:

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal