Conmebol adia mais uma vez o confronto entre Cruzeiro x Deportivo Lara pela Libertadores

A delegação venezuelana tenta sair do país para a disputa da Libertadores desde a última segunda-feira, mas devido a crise vivida na Venezuela, muitos serviços acabaram sendo atingidos, como por exemplo serviços básicos e de infraestrutura - uma nova data para o duelo ainda será confirmada.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Jogo entre Cruzeiro e Deportivo Lara é adiado mais uma vez. Depois da Conmebol já ter adiado o confronto uma vez entre as duas equipes por motivos de impossibilidade da delegação do time venezuelano chegar a tempo no Brasil, terá ela que transferir a data que estava marcada para essa quinta-feira novamente, remarcando o jogo possivelmente para o dia 27 de março – data essa destinada para amistosos entre seleções.

Deportivo Lara - equipe venezuelana de futebol.Deportivo Lara - equipe venezuelana de futebol.

O duelo entre brasileiros e venezuelanos era para ocorrer primeiramente na última quarta-feira, em Belo Horizonte, mas devido aos problemas políticos que vive a Venezuela e com algumas restrições no país vizinho, como por exemplo sair do mesmo, a Conmebol havia remarcado o jogo para o dia de hoje, mas a “federação” do país avisou que o Deportivo Lara não conseguiria sair da Venezuela, com isso a entidade máxima do futebol na América do Sul resolveu dar mais um “colher de chá” para ao clube, novamente remarcando a partida, conforme já informamos acima, porém, se desta vez a equipe do país vizinho não comparecer, a Conmebol deverá decretar o Cruzeiro como vencedor do confronto.

A Federação Mineira de Futebol ainda aguarda um documento com a decisão final da entidade sul-americana para confirmar a data do jogo do Cruzeiro contra o Tupi, pelo Campeonato Mineiro, no final de semana, uma vez que a partida está marcada para o sábado, mas poderia ser adiada para o domingo, caso ocorresse o jogo nesta quinta-feira pela Libertadores.

A delegação venezuelana tenta sair do país para a disputa da Libertadores desde a última segunda-feira, mas devido a crise vivida na Venezuela, muitos serviços acabaram sendo atingidos, como por exemplo serviços básicos e de infraestrutura – a direção do Deportivo Lara não conseguiu um vôo para o deslocamento ao Brasil.

Segundo o regulamento da Copa Libertadores, a equipe visitante terá que chegar a cidade da partida com pelo menos 24 horas de antecedência, exceto em casos de altitude, quando o time poderá seguir para o estádio horas antes do duelo. Como a delegação do Deportivo Lara não conseguiu chegar a Belo Horizonte dentro do prazo determinado – estariam eles infringindo as normas da competição e com isso foi aberta uma exceção pelo real motivo enfrentado pelo povo da Venezuela, em comum acordo com os times e a Conmebol.

Entretanto, não será mais aceito uma nova remarcação da partida, de acordo com o regulamento da Copa Libertadores e se o Deportivo Lara não comparecer na próxima data ainda a ser confirmada pela Conmebol, a entidade poderá decretar o Cruzeiro como vitorioso do confronto entre as duas equipes, no chamado “W.O” e excluir a equipe do país vizinho da competição, como diz o “Artigo 169” da Libertadores, que diz o seguinte:

Artigo 169 – “Se uma equipe não se apresentar a uma partida – exceto em casos de força maior ou se nega a continuar a jogar ou deixar o campo antes do final da partida, se considerará que a equipe perdeu a partida, como regra geral, será excluída da competição”.

 

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal