Times sul-americanos prometem paralizar a Libertadores

A ameaça foi feita pelo Barcelona de Guayaquil, que foi eliminado pelo Defensor na segunda fase da “Pré-Libertadores” deste ano. Após vencer os uruguaios por 2 a 1 na fase preliminar, o clube equatoriano foi denunciado pelo Defensor na Conmebol por inscrever o volante Sebastián Pérez fora do prazo.

Por Minha Torcida
Compartilhe

A Taça Libertadores da América corre sério risco de ser paralisada antes mesmo de iniciar a sua fase de grupos. Tudo isso em virtude de um erro administrativo por parte da própria Conmebol, que aceitou a inscrição de mais de 20 clubes que disputam a Libertadores e também a Copa Sul-Americana, fora do prazo.

Conmebol.

A ameaça foi feita pelo Barcelona de Guayaquil, que foi eliminado pelo Defensor do Uruguai na segunda fase da "Pré-Libertadores" deste ano. Após vencer o Defensor por 2 a 1 na fase preliminar anterior, o clube equatoriano foi denunciado pelo time uruguaio na Conmebol por inscrever o volante Sebastián Pérez fora do prazo. Mesmo com a federação do país admitindo a culpa, a Conmebol não pensou duas vezes e puniu o Barcelona com resultado negativo de 3 a 0 no primeiro duelo entre as duas equipes. No jogo da volta, o time equatoriano venceu a partida por 1 a 0 e acabou sendo eliminado da competição.

Agora, como novas denúncias de irregularidades, a direção do Barcelona de Guayaquil emitiu uma nota pedindo a suspensão da Libertadores da América. O clube em questão pede a "justiça" e ressalta que foi eliminado do maior torneio de clubes do continente em decisão do tribunal.

Apesar desta ameaça, a Conmebol descarta punir os clubes com a perda dos pontos ou com a eliminação dos mesmos, algo que vem revoltando a direção do clube equatoriano.

Outro que não descarta "bagunçar" mais uma vez a competição, é o próprio Defensor, que foi derrotado nesta última quarta-feira pelo Atlético-MG, em Montevideu, no Uruguai pelo placar de 2 a 0 e tem sua classificação a fase de grupos da Libertadores fortemente ameaçada, visto que precisará derrotar o "Galo Mineiro", em Minas Gerais por três gols de diferença para se garantir na próxima fase do torneio.

Em nome de seu presidente - Daniel Jablonka, que afirmou em entrevista coletiva nesta última quarta-feira que irá estudar todas as possibilidades para solicitar os direitos; uma vez que o clube brasileiro é um dos 20 times com as "ditas" inscrições irregulares.

"Iremos estudar todas as possibilidades. Se tivermos que ir para a Conmebol, faremos isso, estaríamos sendo incoerentes se há alguns dias nós reclamássemos e, agora, em uma caso similar, não fizermos", declarou ele.

Libertadores - 2019.
Libertadores - 2019.

Além do Atlético-MG, mais cinco clube inscritos na "Libertadores" estão com irregularidades em suas inscrições, seriam eles: São Paulo, Universidad de Chile, Palestino e Libertad.

O comunicado de irregularidades nas inscrições destes times foi feito pela própria Conmebol nesta última quarta-feira em uma nota oficial; veja abaixo:

"A apresentação em tempo e forma das listas de jogadores é responsabilidade exclusiva dos clubes e associações, e nenhum caso é atribuível a Conmebol. Os regulamentos foram entregues e aceitos pelos clubes participantes na carta de conformidade e compromisso em dezembro de 2018 e, em seguida, ficaram disponíveis no site da entidade. 21 clubes participantes da Libertadores e da Copa Sul-Americana apresentaram erros no processo de envio da lista de jogadores. diante dessa situação, a Conmebol atuou diligentemente e, de acordo com os procedimentos normativos, remeteu tais erros ao "Tribunal Disciplinar" para estudo e consideração. Por isso, em quanto o Tribunal Disciplinar não toma uma decisão a respeito, a competição segue normalmente".

 

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal