Eliminação do São Paulo na Libertadores poderá custar caro para André Jardine

De acordo com as últimas informações de bastidores, Raí – executivo de futebol e Alexandre Pássaro – gerente executivo do São Paulo, permaneceram no Morumbi em reunião até próximo às 2h da manhã.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Vai ano, passa ano e a mentalidade do futebol brasileiro continua a mesma. Após a eliminação do São Paulo na Libertadores da América, diante do Talleres-ARG nesta última quarta-feira, no empate em 0 a 0 no Morumbi - no jogo da volta pela fase preliminar, o "pato" quem vai pagar pelo "Tricolor Paulista" não conseguir a vaga a terceira fase da competição, será o seu treinador.

O futuro de André Jardine será definido em uma reunião com a direção do clube paulista nesta tarde de quinta-feira. Por hora especula-se que ele seja mantido no clube, mas em outra função - claro que tudo isso depende se ele irá aceitar a proposta oferecida pela direção do São Paulo. Jardine deverá ser convidado a permanecer no Tricolor Paulista como auxiliar técnico de um novo treinador a ser contratado ou voltar às categorias de base.

Jardine deverá ter seu futuro definido a frente do São Paulo nesta quinta-feira.Jardine deverá ter seu futuro definido a frente do São Paulo nesta quinta-feira.

Os rumores sobre uma provável demissão do cargo de treinador só aumentaram nesta última quinta-feira após a ausência de dirigentes nas entrevistas depois da eliminação do São Paulo na competição "Sul-Americana". De acordo com as últimas informações de bastidores, Raí - executivo de futebol e Alexandre Pássaro - gerente executivo do São Paulo, permaneceram no Morumbi em reunião até próximo às 2h da manhã.

Em virtude da admiração pelo trabalho realizado nas categorias de base e por terem sustentado sua efetivação no cargo de treinador do time principal após a demissão de Diego Aguirre, no último ano, a direção do "Tricolor" irá tentar encontrar uma solução menos dolorida entre as partes para essa troca de comando.

Mas o certo é que André Jardine dificilmente irá permanecer à frente do comando técnico do time principal do São Paulo - ainda mais que a torcida do clube paulista deseja ver de imediato uma reação por parte de sua direção e do próprio time, que na partida desta última quarta-feira se mostrou apático conforme o tempo ia passando.

A direção do São Paulo terá pelo menos até sábado para apresentar um novo treinador ao seu torcedor, visto que no domingo já terá outro grande desafio pela frente - o clássico contra o Corinthians, pela sétima rodada do Campeonato Paulista, em Itaquera, às 19h.

Em 15 jogos sob o comando do Tricolor Paulista, André Jardine obteve quatro vitórias, três empates e oito derrotas - um aproveitamento de 33,3%. O elenco tricolor volta a treinar nesta quinta-feira a tarde, agora resta saber se Jardine irá comandar o trabalho ou se o São Paulo mandará outro profissional realizar esse serviço por hora.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal