River Plate vence na prorrogação e leva a Libertadores 2018

Jogando em campo neutro, na Espanha, River vence o Boca na prorrogação pelo placar de 3 a 1 e conquista sua quarta "taça" da Libertadores da América.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Tudo "vermelho e branco" e na "paz"! Assim foi o final de uma novela que parecia não chegar ao seu último capítulo, mas graças aos deuses do futebol, acabou.

Estamos falando da incrível e inédita final da Libertadores da América - que pela primeira vez em sua história teve uma decisão fora da América do Sul e com os dois maiores times da Argentina. Boca Junior e River Plate decidiram a grande final da Libertadores 2018 fora de sua terra - fora da alçada da Conmebol e tudo transcorreu conforme planejado, em um campo neutro no continente europeu.

River Plate conquistou na Espanha, em cima do seu maior rival, o Tetra da Libertadores.River Plate conquistou na Espanha, em cima do seu maior rival, o "Tetra" da Libertadores.

A grande final da "Taça Libertadores da América" pela primeira vez em sua história teve uma decisão em campos europeus, mais claro - no Santiago Bernabéu, na Espanha, onde após ver o Boca Junior abrir o placar na etapa inicial, com o jogador marcado para quem sabe ser o protagonista dos "Xeneizes" e do torneio (Benedetto), viu o River Plate empatar na segunda etapa com Lucas Pratto, o jogador mais caro da história do clube (custou US$ 11,5 milhões aos cofres do "Milionário" como é chamado o River, na Argentina).

Com o golaço de Lucas Pratto aos 22 minutos da segunda etapa, a partida acabou indo para a prorrogação, onde Quintero e Pity Martinez selaram a vitória do River Plate por 3 a 1 e consequentemente a conquista da "taça" mais importante do continente sul-americano.

Lucas Pratto foi o grande nome da decisão.Lucas Pratto foi o grande nome da decisão.

O grande nome da partida, que nos tempos de criança era torcedor do Boca Juniors e por onde chegou a fazer duas partidas pelos profissionais, em 2009, resumiu assim a emoção de levantar a taça da Libertadores da América 2018:

"Na medida em que o tempo passe, iremos ter mais claro o que conseguimos. Ganhar a Libertadores, contra o maior rival da história do clube... e depois de tudo que aconteceu, da suspensão do jogo, de terem tirado a partida da nossa casa; é incrível", descreveu o atacante que no Brasil defendeu as cores do Atlético-MG e São Paulo.

Quinteros colocou a pá de cál em cima do Boca Juniors na prorrogação, levando com isso, o River a conquistar mais uma Libertadores.Quinteros colocou a pá de cál em cima do Boca Juniors na prorrogação, levando com isso, o River a conquistar mais uma Libertadores.

Com a conquista da Libertadores, o River Plate agora vai direto para os Emirados dos Árabes Unidos, onde em Al Ain, contra o Espérance de Tunis, Al Ain ou Team Wellington, irá fazer a sua estréia no "Mundial de Clubes", marcado para o próximo dia 18 deste mês. Se passar, poderá decidir a competição com o Real Madrid, que encara o vencedor de Kashima Antlers ou Chivas Guadalajara.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal