Presidente do River Plate chama o Boca Juniors para dentro de campo

“Por favor, não inventem mais nada. Não continuem gerando páginas de advogados que de nada servem. Deixem de apresentar papéis e venham para campo, onde se deve jogar”, declarou ele em entrevista.

Por
Compartilhe

Ainda sem local definido para ocorrer a tão aguardada final da Taça Libertadores – que não será disputada na Argentina, segundo a própria Conmebol. O presidente do River Plate nesta quarta-feira, em coletiva de imprensa aproveitou a oportunidade para alfinetar o rival e adversário desta decisão, pedindo para que os “Xeneizes” entre em campo.

DD'Onofrio - presidente do River Plate em entrevista a imprensa no dia de hoje, onde o mesmo pedia que o Boca Juniors viesse a campo para decidir de vez a final da Libertadores-2018.

Rodolfo D’Onofrio chamou os rivais para uma decisão dentro de campo declarando o seguinte: “Deixem de apresentar papéis e venham para campo, onde se deve jogar”.

Além da “alfinetada” em seu maior adversário, o mandatário do River Plate comentou sobre o papelão e pela falta de valores que estão transformando essa decisão.

“Por favor, não inventem mais nada. Não continuem gerando páginas de advogados que de nada servem. O que aqui serve é mostrar uma atitude ao mundo. É preciso ter valores na vida. Basta de vergonha e papelão, o mundo está de olho. Sinto uma dor imensa. Chegaremos a um acordo o mais rápido possível”, encerrou o D’Onofrio.

No momento os clubes estão no aguardo de uma decisão da Unidade Disciplinar da Conmebol, no Paraguai, após as agressões dos torcedores do River ao ônibus do Boca Juniors, no último sábado, que acabou atingindo alguns atletas dos “Xeneizes” e além dessa, também o local onde será a decisão da Libertadores-2018 – o Catar desponta como o grande favorito para levar o confronto entre Boca Junior e River Plate, nos dias 8 ou 9 de dezembro.

Comentários